últimas

JULGAMENTO DE GUSTAVO SOTERO RECOMEÇA NESTA QUARTA-FEIRA (27)

Foto: Raphael Alves/TJAM
Tem início nesta quarta-feira (27) o julgamento do delegado Gustavo de Castro Sotero, acusado de cometer homicídio triplamente qualificado do advogado Wilson Justo Filho, em 25 de novembro de 2017, nas dependências de uma casa noturna na Zona Oeste de Manaus. A sessão de julgamento será realizada no plenário principal do Fórum Ministro Henoch Reis, no bairro São Francisco, zona centro-sul.
Marcado para acontecer em outubro, o julgamento de Gustavo Sotero foi adiado devido a um erro na seleção de nomes dos jurados que iriam compor a banca. A sessão será presidida pelo juiz de Direito Celso Souza de Paula, dará início ao julgamento que deve se estender até a sexta-feira (29).
No mesmo processo, o réu é acusado de tentativa de homicídio contra Fabíola Rodrigues Pinto de Oliveira (esposa de Wilson), Maurício Carvalho Rocha e Yuri José Paiva Dácio de Souza.
Coletiva da defesa de Sotero
Segundo a defesa do réu durante coletiva realizada nesta terça-feira (26), que aconteceu em um hotel na Zona Centro-Sul de Manaus, devem ser apresentados durante o julgamento novos fatos e estratégias para sustentar a versão que o delegado agiu em legítima defesa. Na ocasião também estarão presentes testemunhas e devem ser realizados debates entre os peritos, apresentação de vídeos, provas, entre outros.
Ainda conforme o advogado de defesa,  Cláudio Dalledone Junior, a ação do presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-AM), Marco Aurélio Choy, pode ter contribuído para que o delegado fosse acusado com falta de informações suficientes para uma possível condenação.
Julgamento
Durante o julgamento um total de 14 testemunhas serão ouvidas e três vítimas. O mesmo júri contará com a participação do promotor de Justiça George Pestana, representando o Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE). Para o júri, também foram convocados dois peritos. Defesa e acusação terão o tempo de 1h30. Em caso de réplica e de tréplica, o magistrado presidente da sessão concederá mais 1 hora para acusação e defesa.

Nenhum comentário