últimas

MORRE ARLINDO JÚNIOR O ETERNO LEVANTADOR DE TOADAS DO CAPRICHOSO


Foto: Divulgação 


Na noite deste domingo (29), por volta das 22h30, morreu o eterno levantador de toadas do Caprichoso, Arlindo Júnior. Ele tinha 51 anos. Além de cantor, Arlindo Pedro da Silva Júnior foi vereador de Manaus, subsecretário de Cultura do Amazonas, secretário de Cultura da capital. O artista deixa viúva Rosilene Dourado e cinco filhos órfãos .

Arlindo vinha desde de 2016, lutando contra um câncer de pulmão. Ele estava internado desde quinta-feira (26), no Hospital Samel, Centro de Manaus, e o quadro se agravou na madrugada deste domingo.

Ainda nesta tarde, Arlindo foi submetido a uma hemodiálise. Já durante a noite, um de seus rins parou e às 22h, o artista teve uma parada cardíaca, morrendo em seguida.



NOTA DE PESAR

O Governo do Amazonas manifesta pesar pela morte do ex-vereador, ex-levantador de toadas e ex-apresentador do boi-bumbá Caprichoso, Arlindo Júnior, ocorrida na noite deste domingo (29/12), em Manaus. Arlindo, conhecido como “Pop da Selva”, lutava contra um câncer desde 2016. 


Com mais de 30 anos dedicados ao boi-bumbá, Arlindo Júnior foi um dos principais artistas da cultura amazonense. O cantor se despediu do Bumbódromo em apresentação no Festival Folclórico de Parintins deste ano, emocionando a galera ao som da toada “Pesadelo dos Navegantes”. Em agosto, Arlindo Júnior recebeu a Medalha Ruy Araújo, maior honraria do parlamento estadual, na Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM).


Além de ser um expoente da cultura amazonense, Arlindo Júnior também dedicou-se à vida política. Foi vereador de Manaus, dirigente da Fundação Municipal de Eventos e Turismo de Manaus, secretário-executivo de Cultura do Amazonas e secretário de Governo de Parintins.


O governador Wilson Lima expressa condolências aos familiares, amigos e fãs de Arlindo Júnior neste momento de dor e luto.

Nenhum comentário