últimas

AMAZONAS CONFIRMA SEGUNDO CASO DO NOVO CORONAVÍRUS



O Laboratório Central de Saúde Pública do Amazonas (Lacen-AM), da Secretaria de Estado de Saúde (Susam), confirmou nesta quarta-feira (18/03) o segundo caso positivo para o novo coronavírus (Covid-19). Segundo a Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM), de 29 de fevereiro, data em que se notificou o primeiro caso suspeito da doença no estado, até a última terça-feira (17), foram registrados 44 casos notificados como suspeitos, dos quais 39 estão descartados, três estão em investigação laboratorial aguardando resultado e dois confirmados.

Em entrevista coletiva on-line realizada por meio das redes sociais do Governo do Amazonas, na tarde desta quarta, o titular da Susam, Rodrigo Tobias, e a diretora-presidente da (FVS-AM), Rosemary Costa Pinto, informaram que o segundo caso confirmado é de um homem de 55 anos, que passou por exame de contraprova do Lacen-AM após testar positivo  pelo laboratório da Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz). Para o outro caso diagnosticado como positivo no mesmo laboratório da Fiocruz, de um homem de 75 anos, a contraprova feita pelo Lacen mostrou resultado negativo para o coronavírus.


O homem de 55 anos que testou positivo para o coronavírus tem histórico de viagem recente para Espanha e, segundo a diretora, está em isolamento domiciliar desde que retornou daquele país e segue com monitoramento diário de profissionais de vigilância em saúde, sendo acompanhado por um infectologista.

“O resultado dele confirmou o resultado laboratorial da Fiocruz, confirmou que é um caso positivo. Esse paciente encontra-se muito bem, está em isolamento social, está em isolamento domiciliar, separado da família, cumprindo todos os rigores de isolamento, desde quando ele retornou da Espanha. Portanto, ele não teve contato com ninguém para quem possa ter transmitido esse vírus. Ele continua sendo monitorado pela Fundação de Vigilância em Saúde”, explicou Rosemary.

Rosemary também informou que está curada a paciente de 39 anos que registrou o primeiro caso positivo da doença no Amazonas, no último dia 13 de março.

As autoridades ainda reforçaram que, até esta quarta-feira (18/03), no interior e na capital, as unidades de saúde da Susam não tinham pacientes internados em decorrência do novo coronavírus.

“Estamos recebendo muitas notificações. A maioria dos casos que são notificados não está atendendo definição de caso. São pacientes que não viajaram, não se deslocaram, nem para dentro do Brasil nem fora do Brasil, eles não apresentam sintomas significativos, a maioria deles têm uma tosse seca e, portanto, esses casos estão sendo descartados”, disse a diretora da FVS.

*Interior –* Como parte do Plano de Contingência Estadual de combate ao novo coronavírus (Covid-19), a Susam planeja instalar salas vermelhas para estabilização de pacientes em oito municípios polo do interior do Amazonas – Parintins, Tabatinga, Tefé, Manacapuru, Eirunepé, Humaitá, Lábrea e Itacoatiara. Para os municípios que não têm contato via terrestre com a capital, será reforçado o serviço de UTI aérea, caso haja necessidade de transferência de pacientes graves para a capital.

"Importante dizer que os municípios (interior) não estão sozinhos nesse momento. O Plano de Contingência do Estado está prevendo a ampliação da oferta da remoção via UTI aérea, assim também como investimentos em Unidades de Cuidados Intermediários (UCIs) nos municípios do interior, em oito municípios”, reforçou Rodrigo Tobias.

*Outras síndromes gripais –* A diretora da FVS observou que  o período mais chuvoso na Região Amazônica traz a sazonalidade de outras Síndromes Respiratórias Agudas Graves (SRAG) causadas principalmente por Influenza A (H1N1), Influenza B, Vírus Sincicial Respiratório (VSR) e Adenovírus. Esses casos estão sendo atendidos na rede de saúde e estão sendo confundidos com o novo coronavírus.

“Portanto, quando vocês observarem na mídia informações sobre casos graves que estão internados na rede de urgência e emergência da Susam, atentem que esses pacientes não estão com coronavírus. Queremos esclarecer bem isso, porque estão rodando muitas ‘fake news’”, alertou Rosemary. Ela reforçou que  o Hospital Delphina Aziz é a única unidade referência para internação de casos graves do novo coronavírus.

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, que inicia na próxima segunda-feira (23/03) e vai até 22 de maio de 2020, também foi tema da live desta quarta-feira.

“Convidamos a todos, nós amazonenses, que a gente compartilhe as responsabilidades. Enquanto Estado, nós estamos tomando as providências necessárias, nos antevendo a pelo menos duas semanas antes do pico de transmissão”, finalizou o titular da Susam.

Nenhum comentário