últimas

APÓS SURTO DE CORONAVÍRUS FRANÇA SUSPENDE COBRANÇA DE GÁS, ÁGUA, LUZ


A França anunciou nesta segunda-feira (16) uma quarentena geral de 15 dias e como medidas de proteção nesta terça-feira (17) o país vai fechar as suas fronteiras. 
Segundo informações o intuito e diminuir o impacto econômico, a medida também inclui a suspensão das cobranças das contas de água, luz, gás e aluguel.
O pronunciamento foi feito em rede nacional pelo presidente da França, Emmanuel Macron, que ressaltou que reuniões serão proibidas em todo o país, incluindo encontros familiares. 
Além disso, o 2º turno das eleições francesas foi adiado. Em decisão com a União Europeia (UE), as viagens dentro do bloco estão restritas por 30 dias.
“A partir desta terça-feira, ao meio-dia, e ao menos pelos próximos 15 dias, a circulação das pessoas deverá ser reduzida fortemente. Estamos em uma guerra da saúde. Foi por isso que decidi que todas as reformas debatidas no parlamento serão suspensas“, declarou.
Diante da suspensão temporária das cobranças de luz, água, gás e aluguel, o governo irá garantir empréstimos de 300 bilhões de euros a essas empresas.
Na França, já são 148 mortos. Durante o discurso, o presidente francês também criticou parte da população de negligencia a gravidade da situação ao ignorar os protocolos de higiene.

No Brasil

Nesta segunda-feira (16), o ministro Paulo Guedes anunciou o investimento de R$ 147,3 milhões na economia para conter os impactos causados pelo coronavírus e, destes, R$ 3,1 bilhões são destinados ao programa Bolsa Família, no qual a fila de espera atinge mais de 3 milhões de pessoas.
Em meio a pandemia do novo coronavírus, escolas e universidades brasileiras suspenderam as aulas e qualquer atividade que envolva o contato físico. Diante da situação socioeconômica do país, essa medida pode atingir as crianças e adolescentes de baixa renda.
De acordo com relatório do Cenário da Infância de Adolescência no Brasil, da Fundação Abrinq, 47,8% dos jovens vivem na faixa da pobreza e desses, grande parte conta com a merenda escolar por não ter o que comer em casa. Durante a suspensão das aulas em diversos Estados, muitos podem ficar sem acesso à principal refeição.

Nenhum comentário