últimas

PREFEITO ANUNCIA ANTECIPAÇÃO DO RECESSO ESCOLAR DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO

Foto: Divulgação

Como medida de prevenção para combater a propagação do novo coronavírus, o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, anunciou nesta segunda-feira (16), a antecipação do recesso escolar da rede municipal de ensino, a partir desta terça-feira (17) até o dia 31 de março. Outras medidas também foram adotadas em outras secretarias municipais.

“Ao final do recesso nós faremos um balanço para ver se é algo prorrogável ou se bastou. Nós não podemos determinar que as escolas particulares façam o mesmo, mas recomendamos que olhem com atenção esse quadro grave que pode atingir o Brasil de maneira mais forte”, disse.

As medidas estão sendo tomadas após a confirmação do primeiro caso em Manaus, em que uma mulher, de 39 anos, atestou positivo para a Covid-19. A paciente está estável e sem febre, sendo monitorada em domicílio.

O prefeito suspendeu, ainda, eventos municipais com grande concentração de massa, como culturais, esportivos ou religiosos, com público acima de 100 pessoas, pelo período de 30 dias.

Além disso, 3.312 idosos servidores ativos da prefeitura passarão a trabalhar em casa. A partir de agora, as carteiras de trabalho serão emitidas digitalmente, sendo suspensa a emissão que antes era realizada no Sine Manaus.


“Temos ainda a suspensão dos recadastramentos feitos pela Manaus Previdência. Já havia sido suspensa de idosos e está sendo suspensa, agora, o recadastramento de todo o público. Vamos parar para ver que rumo toma o mundo, o Brasil e o Amazonas. Não há razão para pânico. Há razão para nos precavermos e salvarmos vidas”, acrescentou.

Economia

Nesta quinta-feira (19), o prefeito deve anunciar as medidas econômicas e financeiras que foram realizadas a partir de um estudo sobre os possíveis impactos provocados pela pandemia do novo coronavírus.

“As medidas econômicas que tem a ver com o coronavírus, seja com uma crise econômica instalada no Brasil e a ser instalada com força na Zona Franca, em função da própria crise chinesa, serão anunciadas na quinta-feira desta semana. Serão bastante complexas e envolverão, inclusive, uma reforma administrativa para que nós nos preparemos, também, no ponto de vista econômico-financeiro para enfrentar essa maré bastante bravia”, pontuou.

Unidades de saúde

O secretário Municipal de Saúde (Semsa), Marcelo Magaldi, afirmou que pacientes que estejam apresentando febre baixa, tosse, ou algum sintoma, pode procurar as Unidades Básicas de Saúde (UBSs). “Nós temos as unidades de horário ampliado. São 14 unidades de referência que os usuários podem procurar. Agora se o paciente tiver uma febre mais alta, dificuldade respiratória maior, sugerimos que procure uma unidade do Estado, no hospital de referência (Delphina Aziz) para fazer o tratamento adequado”, afirmou.

Fonte: D24



Nenhum comentário