últimas

BELARMINO LINS APELA POR POLICIAMENTO EM HOSPITAIS E SPA'S E UPAS DO ESTADO PARA PROTEGER PROFISSIONAIS DE SAÚDE



...
O deputado Belarmino apresentará, na sessão virtual compensatória da próxima segunda-feira (20) da Assembleia Legislativa, Moção de Apelo ao Governo do Estrado solicitando a urgente instituição de policiamento em todas as unidades do sistema de saúde do Estado, compreendendo hospitais, SPAs e UPAs em funcionamento na cidade de Manaus, como forma de garantir segurança aos profissionais de saúde no atendimento emergencial da população neste período de enfrentamento da pandemia do novo Coronavírus (COVID-19).
Segundo o parlamentar, em decorrência do período de pandemia de COVID-19 e calamidade na saúde, com as unidades de saúde lotadas e desprovidas das condições adequadas para o atendimento à população, “é notório o quadro diário de pânico e acirramento de ânimos no interior dos hospitais, SPAS (Serviços de Pronto Atendimento) e das UPAS (Unidades de Pronto Atendimento) da rede estadual de saúde ativa em toda Manaus”.
Conforme ele, o quadro é preocupante e ameaça a integridade física e psicológica dos profissionais de saúde diariamente empenhados na linha de frente da luta anticoronavírus, atendendo a população. “A confirmação desse quadro pode-se verificar em vários vídeos que circulam nas mídias sociais, mostrando cidadãos desesperados e exaltados, provocando danos às estruturas materiais das unidades de saúde”, diz Belarmino.
Tendo em vista a localização de muitas dessas unidades  em zonas consideradas perigosas, ou “vermelhas”, os profissionais de saúde se sentem desprotegidos no exercício de suas funções. Por isso, o deputado resolveu encaminhar Moção de Apelo ao governador Wilson Lima e ao seu vice, Carlos Almeida, bem como ao Comandante-Geral da PMAM, coronel Ayrton Norte, e ao secretário de Estado da Segurança Pública (SSP), Coronel Louismar Bonates, solicitando um urgente esquema de policiamento em todos os hospitais, SPAS e UPAs de referência da rede de saúde estadual em Manaus que lidam com casos de COVID-19 (novo coronavírus).

Nenhum comentário