últimas

POLICLÍNICAS E CRDQ CAMINHAM PARA FORTALECER POLÍTICA DE EDUCAÇÃO PERMANENTE EM SAÚDE E HUMANIZAÇÃO




Os profissionais das Policlínicas da Secretaria de Estado de Saúde (Susam) e do Centro de Reabilitação em Dependência Química (CRDQ) Ismael Abdel Aziz assumiram o compromisso, nesta quarta-feira (29/07), de implantar e fortalecer os Núcleos de Educação Permanente em Saúde e Humanização (NEPSHUs) nas unidades.

O gerente de Desenvolvimento de Recursos Humanos (GDRH) da Susam, Davi Araújo da Cunha, ressaltou que o trabalho de implantação dos NEPSHUs na rede estadual de saúde tem o objetivo de fortalecer a política nacional no Amazonas.

“A gente sabe que só vai conseguir isso a partir do envolvimento coletivo, a partir da unidade de saúde, a partir do usuário que precisa do serviço. Assim a gente vai conseguir trabalhar a ordenação dos servidores da saúde e divulgar essa política, que tem um alcance nacional com vista à transformação das práticas e à organização do serviço”, explicou.

Para a psicóloga da Policlínica Codajás, Fabiane Vasques, a “Oficina de Implantação/Fortalecimento dos NEPSHUs” amplia as ações desenvolvidas nas unidades de saúde. “Encontros como esse proporcionam troca de experiências. Através dessas trocas, a gente pode implementar algumas ações que já são desenvolvidas em outras policlínicas”, disse.

No CRDQ, de acordo com a psicóloga Luciana Seráfico, o projeto de implantação de NEPSHU está em fase inicial. “A gente está em um processo bem embrionário. É importante a gente ter essa troca de experiências, conhecer a prática em outras unidades, para conseguirmos levar esses exemplos para dentro da unidade”, afirmou.

Há 30 anos trabalhando como enfermeira, Francisca Ivone Freire, que atua na Policlínica Governador Gilberto Mestrinho, destaca que a integralidade é o principal ponto proporcionado pela oficina.

“É sempre boa a integralidade, essa integração, estar junto com os responsáveis, com os coordenadores. É muito importante para nós porque integra o serviço, proporciona as parcerias entre as demais unidades, demais responsáveis”, ressaltou.

Política nacional

A Educação Permanente em Saúde (EPS) é uma estratégia do Sistema Único de Saúde (SUS) para a formação e o desenvolvimento dos seus profissionais com a proposta de aprendizagem no trabalho, na qual o aprender e o ensinar são incorporados no cotidiano das unidades.


Já a Política Nacional de Humanização (PNH) efetiva os princípios do SUS no cotidiano das práticas de atenção e gestão, qualificando a saúde pública, incentivando trocas solidárias entre gestores, trabalhadores e usuários.

Nenhum comentário