últimas

ADVOGADOS PEDEM FIM DE COMISSÃO APÓS SEXO EM AUDIÊNCIA ONLINE




O Inad (Instituto Nacional de Advocacia) entrou com representação na Câmara Municipal do Rio de Janeiro para pedir a dissolução da Comissão dos Direitos da Criança e do Adolescente. O pedido veio após o que a entidade classificou como situação absurda: uma cena de sexo ocorreu durante uma audiência pública da comissão, no dia 14 deste mês.

Em um dos perfis dos participantes da audiência, um casal apareceu fazendo sexo. Enquanto isso, os parlamentares continuavam debatendo sobre a merenda escolar de alunos da rede municipal na pandemia do novo coronavírus. Apesar da situação, não houve interrupção da sessão. 


Participaram da audiência o presidente da comissão, Leonel Brizola Neto (PSol) e os vereadores Babá (PSol) e Célio Lupparelli (DEM). Os vereadores alegaram não saber de quem se tratava e não terem visto a cena por estarem focados no debate.

O Inad também pediu que seja aberto um procedimento ético-disciplinar de quebra de decoro parlamentar. A proposta da entidade é que seja formada uma outra comissão sem os atuais integrantes que devem ser investigados e punidos pelo conselho de ética da Câmara Municipal.

"Não podíamos nos calar a situação de numa reunião de Vereadores da Câmara Municipal do Rio de Janeiro, COMISSAO da Criança e do Adolescente, por mais absurdo que pareça em uma das telas um casal fazendo sexo!", alega a entidade, em publicação divulgada nas redes sociais. "A cena percorreu toda a reunião que tratava de questões relativas a proteção às crianças! Não podíamos nos calar, e representamos à Câmara Municipal, requerendo que seja dissolvida a referida Comissão e aberto procedimento ético disciplinar de quebra de decoro parlamentar!"

Nenhum comentário