últimas

JOVEM QUE DENUNCIOU ESTUPRO TEM CONTA NO INSTAGRAM SUSPENSA




A influenciadora Mariana Ferrer teve sua conta no Instagram suspensa nesta terça (18) por decisão da Justiça. Ela vinha publicando fotos e mensagens relativas a um estupro de que teria sido vítima aos 21 anos, em 2018, em um clube de luxo em Florianópolis. Em sua conta no Twitter, Ferrer conta sobre o abuso, mostra mensagens trocadas com amigas e afirma que foi dopada e levada para um local desconhecido dentro do Café de La Musique. Segundo ela, o clube, onde teria ocorrido o abuso, a havia contratado como embaixadora.

Ela também diz que amigas que a acompanhavam no dia negaram ajuda e compactuaram com o acusado, o empresário André de Camargo Aranha.

O processo relativo ao estupro corre em segredo de Justiça na 3ª Vara Criminal de Florianópolis. Ainda em seu perfil no Twitter, Ferrer afirma que a defesa do acusado apresentou fotos suas, manipuladas para sugerirem que ela estivesse posando nua.

A suspensão do perfil no Instagram havia sido determinada em outro processo, movido por Aranha contra Ferrer e contra o Facebook, empresa dona do Instagram. O acórdão transitou em julgado no dia 8 de maio.
A reportagem tentou contato com Ferrer pelo seu perfil no Twitter, mas não obteve resposta até a conclusão desta reportagem.

A defesa de Aranha afirma que “o bloqueio da conta de Instagram derivou de uma decisão judicial tendo em vista as mensagens e imagens manipuladas que Mariana Ferreira vem apresentando em face de um processo que corre em segredo de Justiça. Neste processo, o Ministério Público já pediu a absolvição do acusado”.

O Instagram diz que “respeita a Justiça brasileira e cumpre decisões em conformidade com as leis aplicáveis. Nesse caso, o Instagram ainda avalia suas opções legais”. O Café de La Musique está fechado devido à pandemia e seus representantes também não foram encontrados.

Nenhum comentário