últimas

MÉDICO AMEAÇA ATIRAR EM PACIENTE DURANTE CONSULTA


Um médico foi preso no Rio de Janeiro por ameaçar um paciente durante uma consulta. O pneumologista Enio Pires Studart teria sacado uma arma durante uma discussão sobre a qualidade do exame de Covid-19 realizado pela vítima. Segundo o jornal O Dia, a prisão foi realizada pela Polícia Civil do estado nessa quinta-feira (30), na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio.
De acordo com a corporação, a vítima teve um resultado positivo para o diagnóstico da Covid-19. Dois meses após a confirmação do coronavírus, o paciente continuava passando mal e marcou a consulta com Enio. Durante o atendimento, o médico teria questionado a qualidade do exame realizado pelo paciente, iniciando uma discussão. Em certo momento, o pneumologista pegou uma pistola na mochila para ameaçar a vítima.
Ambos foram até a delegacia e a polícia encontrou com o médico um revólver, uma pistola, um soco inglês, duas facas, um carregador de pistola e munições dentro do carro. Ainda de acordo com o jornal, o homem foi autuado pelos crimes de ameaça e porte ilegal de armas de fogo.

Revolta nas redes sociais

Nas redes sociais, o médico Enio Studart demonstra revolta com as autoridades e acusa descaso com os profissionais da saúde. Em seu perfil do Facebook, o pneumologista criticava a paralisação de atividades por causa da pandemia.
Junto a uma notícia do cancelamento de um campeonato de xadrez, o médico escreveu: “até o torneio dos candidatos suspenderam por causa desse vírus chinês”. Em outra publicação, Enio critica uma fala em que a reitora da UFRJ defende a paralisação de diversas atividades. “Queria saber se tirassem o salário da nobre reitora como tiraram o trabalho do povo falaria do mesmo jeito e tom”, escreveu.

Nenhum comentário