últimas

CAMPANHA 'ALÔ, TURISTA!' ESTIMULA A CONTRATAÇÃO DE PRESTADORES LEGALIZADOS

A Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur) lançou, nesta sexta-feira (06/11), uma campanha para incentivar a contratação de prestadores de serviços turísticos legalizados, ou seja, inscritos no Cadastur, sistema do Ministério do Turismo (MTUR) de cadastro de pessoas físicas e jurídicas que atuam no setor. A campanha “Alô, turista!” vai distribuir, aos visitantes, materiais promocionais e informativos que alertam para os riscos de contratar serviços irregulares. Além da capital, os demais 23 municípios que compõe o Mapa do Turismo Brasileiro também serão contemplados com os materiais.

Os prestadores não pagam para se inscrever no Cadastur, que é gerido pelo Governo Federal com apoio da Amazonastur e demais órgãos gestores do turismo dos estados e do Distrito Federal. A contratação de serviços legalizados garante uma visita segura e, em caso de acidentes ou problemas com serviços contratados, medidas administrativas podem ser adotadas.

Nesses casos, a Amazonastur pode acionar o MTUR que, por sua vez, pode punir até com cassação de registro dos prestadores. A responsabilização na esfera administrativa de prestadores ilegais é prejudicada quando não estão registrados no Cadastur. Com a campanha, a Empresa vai estimular os visitantes a verificar quem está cadastrado no sistema.

Quando o turista é mal atendido ou, em casos mais graves, quando é lesado ao contratar um serviço que não foi oferecido, a Amazonastur tem como intervir junto ao MTUR para que as medidas cabíveis sejam tomadas desde que esse prestador seja cadastrado. Ao acessar www.cadastur.turismo.gov.br, o turista pode consultar os prestadores que ele precisa contratar como agência, guias e transportadoras.

“É muito importante que levemos essa sensibilização ao turista que chega aqui no estado porque a gente quer oferecer segurança para ele, e nós só podemos fazer isso a partir do momento em que ele contrata serviços legalizados, cadastrados junto ao Cadastur. Cada turista que chegar vai receber uma lembrança, para que fique na cabeça que não pode buscar serviços que não estejam legalizados”, ressaltou a presidente da Amazonastur, Roselene Medeiros.

O material será enviado aos Centros de Atendimentos ao Turista (CATs), onde os colaboradores da Amazonastur poderão auxiliar os turistas para consultar os prestadores inscritos no Cadastur, e para as secretarias municipais que compõem o Mapa do Turismo Brasileiro.

Outro ponto destacado pela Amazonastur são as cores da campanha em néon. “Abrimos mão das cores tradicionais. Nessa campanha, nossa opção é apresentar ao turista cores que reflitam a energia, o colorido e a vibração do destino Amazonas.”, ressaltou a gerente de Criação e Arte, Gisele Falabella.

A chefe do Departamento de Registro e Sensibilização da Amazonastur, Giovanna Tapajós, informou que também foi produzido um selo a ser afixado nos empreendimentos cadastrados para que o turista saiba que aquele local é legalizado. Esse selo será destinado, por exemplo, aos hotéis, restaurantes, agências de viagens e transportadoras fluviais e terrestres.

Neste ano, a Amazonastur intensificou as ações para sensibilizar prestadores para que se inscrevam no Cadastur. Foram realizadas diversas ações em flutuantes, portos, marinas e barreiras e abordados turistas e prestadores sobre a importância de contratar serviços legalizados. Isso resultou no aumento de prestadores cadastrados.

O ordenamento do setor faz parte do Amazone-se, programa de retomada do turismo que prevê, ainda, ações promocionais nas redes sociais e obras de infraestrutura na capital e interior.

“Nós tivemos, através desse trabalho que a Amazonastur tem intensificado, um crescimento de mais de 43% de prestadores que compreenderam a importância de estarem regularizados. Isso é um ganho para os turistas, que estão usado um serviço de qualidade”, destacou Giovanna, citando o percentual de aumento corresponde ao período de dezembro de 2018 a outubro de 2020. Atualmente o Amazonas conta com mais de 2 mil prestadores cadastrados.


FOTOS: Janailton Falcão

Nenhum comentário