Aconteceu!

MPF, MPC E PF ASSINAM RECOMENDAÇÃO PARA REDUZIR DESMATAMENTO NO AMAZONAS

Foto: Stockphotos

O Ministério Público Federal, o Ministério Público de Contas do Estado do Amazonas e a Superintendência da Polícia Federal no Amazonas assinaram uma recomendação conjunta ao Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam) para tentar reduzir o desmatamento ilegal na região.

Entre as ações recomendadas ao Ipaam estão o cancelamento das licenças ambientais e também das autorizações para extração de madeira obtidas a partir de planos de manejo com indícios de fraude, além da abertura de processos administrativos contra empresas envolvidas em infrações ambientais.

A base para a recomendação saiu do resultado das investigações da Operação Arquimedes, deflagrada pela Polícia Federal, Receita federal e Ibama em dezembro de 2017, quando foram apreendidos 444 contêineres com madeira ilegal que seriam exportados para outros estados e países.

Em abril de 2019, em uma segunda fase da operação, foram identificadas ainda fraudes em planos de manejo florestal com o suposto envolvimento de servidores de órgãos ambientais.

“São processos dos anos de 2010 e 2015, alguns deles de mais de uma década e que estão gerando desmatamento até hoje. Alguns desses processos autorizam até 20 mil metros cúbicos de madeira ilegal, então nós temos que matar o mal pela raiz e a raiz é o processo administrativo” , diz Alexandre Saraiva, superintendente da Polícia Federal no Amazonas.



G1*

Nenhum comentário