Aconteceu!

TROMBA D'ÁGUA CHAMA A ATENÇÃO NO RIO AMAZONAS

 

Tromba d'água se formou no rio Amazonas, em Macapá (Foto: Caio Gato/Arquivo Pessoal)

Quem transitava pela orla de Macapá no início da tarde desta quinta-feira (26) percebeu a tromba d'água que se formou no Rio Amazonas e foi registrada por dezenas de pessoas. O fenômeno, semelhante a um furacão, só que na água, aconteceu durante a chuva que caiu na capital.

De acordo com o meteorologista do Instituto de Pesquisa Científicas (Iepa), Jefferson Vilhena, a formação de tromba d'água é considerada normal na região Norte do país.

"A diferença que a tromba d'água se forma nos rios e nos oceanos levantando uma coluna de água junto com a nuvem e o tornado ocorre também na terra, mas na terra os materiais são mais densos, mais duros e mais pesados. O que levanta no tornado é a poeira, a terra, faria o mesmo sentido", explica.

O fenômeno acontece a partir da formação de nuvens muito grandes, formando o chamado sistema convectivo muito intenso, que começam a partir de 1 quilômetro de altura e chegam a 13, 15 quilômetros de altura.

"Quando essas nuvens se formam, os ventos que vêm subindo e descendo, começam a ganhar muita velocidade. Mas, o que muita gente não sabe, é que o vento não sobe em linha reta, ele sobe fazendo um círculo, uma espécie de espiral. Enquanto mais rápido ele sobe, mais ele gira, formando uma nuvem funil ou uma tromba d'água", completou.

O meteorologista alertou para o potencial destrutivo do fenômeno, que deve ser evitada a aproximação por pessoas em terra ou por embarcações. O vento pode alcançar até 100 quilômetros por hora.



G1*

Nenhum comentário