Aconteceu!

AUXÍLIO EMERGENCIAL: CAIXA COMEÇA A PAGAR ÚLTIMA PARCELA NA QUINTA (10); VEJA CALENDÁRIO


Caixa Tem, aplicativo do auxílio emergencial — Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Beneficiários do Bolsa Família vão poder sacar a última parcela do auxílio de R$ 300 a partir de quinta-feira (10); Quem não pertence ao Bolsa Família vai ter depositada alguma parcela a partir de quarta (9)

A última parcela do auxílio emergencial no valor de R$ 300 (R$ 600 para mães chefes de família) começa a ser paga na próxima quinta-feira (10) para os beneficiários do Programa Bolsa Família (PBF).

O calendário de pagamentos segue a ordem do dígito final do número do NIS, habitual do programa. A única diferença em dezembro é o fato de o calendário ter sido antecipado por conta das festas de fim de ano.

    Na quinta-feira (10), a Caixa Econômica Federal (CEF) paga os beneficiários com NIS de final 1 e assim por diante, sempre em dias de semana, até a quarta-feira (23) - veja calendário completo abaixo.

    Calendário da última parcela do auxílio emergencial para quem tem Bolsa Família:


    Data de pagamentoQuem recebe
    10 de dezembroBeneficiários com NIS de final 1
    11 de dezembroBeneficiários com NIS de final 2
    14 de dezembroBeneficiários com NIS de final 3
    15 de dezembroBeneficiários com NIS de final 4
    16 de dezembroBeneficiários com NIS de final 5
    17 de dezembroBeneficiários com NIS de final 6
    18 de dezembroBeneficiários com NIS de final 7
    21 de dezembroBeneficiários com NIS de final 8
    22 de dezembroBeneficiários com NIS de final 9
    23 de dezembroBeneficiários com NIS de final 0

    Confira quem recebe o auxílio emergencial nesta semana:

    • Quarta-feira (9) - 3,5 milhões de nascidos em outubro vão receber nova parcela de R$ 600 ou de R$ 300;
    • Quinta-feira (10) - 1,6 milhão de beneficiários do Bolsa Família com NIS final 1 vão poder sacar a última parcela;
    • Sexta-feira (11) - 3,3 milhões de nascidos em novembro vão receber nova parcela de R$ 600 ou de R$ 300, e 1,6 milhão de beneficiários do Bolsa Família com NIS final 2 vão poder sacar a última parcela;
    • Sábado (12) - 3,3 milhões de nascidos em dezembro vão receber nova parcela de R$ 600 ou de R$ 300;

    E quem não pertence ao Bolsa Família, quando recebe?

    Os pagamentos para os cadastrados no programa via Cadastro Único, aplicativo e pelo site do auxílio emergencial, seguem o calendário dos Ciclos criado pelo Ministério da Cidadania. (veja calendários completos aqui).

    Eles vão receber alguma parcela no valor de R$ 600 (R$ 1,2 mil para mães chefes de família) ou de R$ 300 (R$ 600 para mães chefes de família) do auxílio emergencial extensão.

    Nesta semana, - em lote válido pelo Ciclo 5 (veja calendário abaixo) - 3,5 milhões de nascidos em outubro vão ter depositada nova parcela na quarta-feira (9), 3,3 milhões de nascidos em novembro vão receber alguma parcela na sexta-feira (11) e 3,3 milhões de beneficiários nascidos em dezembro recebem no sábado (12).

    Calendário do Ciclo 5 de pagamentos e saques do auxílio emergencial:

    Nascidos emQuantos recebemCrédito em contaSaques em dinheiro e transferências
    janeiro3,4 milhões de pessoas22 de novembro19 de dezembro
    fevereiro3,1 milhões de pessoas23 de novembro19 de dezembro
    março3,5 milhões de pessoas25 de novembro4 de janeiro
    abril3,4 milhões de pessoas27 de novembro6 de janeiro
    maio3,5 milhões de pessoas29 de novembro11 de janeiro
    junho3,4 milhões de pessoas30 de novembro13 de janeiro
    julho3,4 milhões de pessoas02 de dezembro15 de janeiro
    agosto3,4 milhões de pessoas04 de dezembro18 de janeiro
    setembro3,5 milhões de pessoas06 de dezembro20 de janeiro
    outubro3,5 milhões de pessoas09 de dezembro22 de janeiro
    novembro3,3 milhões de pessoas11 de dezembro25 de janeiro
    dezembro3,3 milhões de pessoas12 de dezembro27 de janeiro

    Cadastrados no PBF com NIS de final 9 e 0 vão ser os primeiros a ter criada a poupança gratuita na Caixa Econômica Federal (CEF) e vão poder movimentar o dinheiro via Caixa Tem, aplicativo criado pelo banco durante a pandemia do novo coronavírus para o pagamento do auxílio emergencial e saque emergencial do FGTS, por exemplo.

    De acordo com o Ministério da Cidadania, a iniciativa pretende ser a "maior inclusão bancária da história do Bolsa Família". Dados da pasta dizem que mais de 9 milhões de beneficiários do PBF não têm conta em banco.

    O governo garante que, mesmo com a nova modalidade de pagamento, os cadastrados no PBF vão pode continuar a sacar o benefício com o Cartão do Bolsa Família ou o Cartão Cidadão. "Os beneficiários podem ficar tranquilos, pois a mudança será gradual e todos poderão continuar recebendo da mesma forma que recebiam antes", afirma, Fabiana Rodopoulos, secretária nacional de Renda e Cidadania do ministério.

    Valor Investe*

    Nenhum comentário