Aconteceu!

MARCINHO DO BOTAFOGO ATROPELA UM CASAL NO RIO


Marcinho, lateral-direito do Botafogo — Foto: Vitor Silva/Botafogo

De acordo com a polícia, jogador ainda não foi encontrado para prestar esclarecimentos. Homem morreu, e mulher ficou gravemente ferida.

O jogador do Botafogo Márcio Almeida de Oliveira, o Marcinho, é apontado pela polícia como suspeito de ter atropelado um casal no Recreio na noite de quarta-feira (30). A informação foi publicada pela Época e confirmada pelo ge.

Os professores Maria Cristina José Soares e Alexandre Silva de Lima atravessavam a Avenida Sernambetiba, na altura do número 17.170 quando foram atingidos pelo carro, modelo Mini Cooper. O motorista fugiu sem prestar socorros. O homem morreu no local, e a mulher ficou gravemente ferida.

O veículo está no nome de uma empresa de materiais hospitalares. Sergio Lemos de Oliveira, pai e empresário de Marcinho, é sócio dessa empresa. O ge tentou contato com ele, mas não obteve sucesso.

De acordo com o delegado Allan Luxardo, da 42ª DP (Recreio), que assumiu as investigações do caso, o carro foi encontrado abandonado na Rua Hermes de Lima, no Recreio dos Bandeirantes, a cerca de 600 metros do local do acidente.

Carro envolvido no acidente está no nome de uma empresa cujo sócio é pai de Marcinho — Foto: Divulgação

Carro envolvido no acidente está no nome de uma empresa cujo sócio é pai de Marcinho — Foto: Divulgação

A polícia realizou uma primeira perícia ali mesmo no local, e o veículo em seguida foi levado pela seguradora para a garagem da casa do pai do jogador. No momento o carro está no pátio da delegacia, no Recreio.

Uma busca foi feita no apartamento de Marcinho, que ainda não foi encontrado para prestar esclarecimentos. O atleta também fechou seu perfil no Instagram.

- Estamos apurando a informação de que se era ele (Marcinho) dirigindo ou não. Espero que ele seja ouvido ainda hoje. A princípio, ele era o condutor, não há testemunhas - explicou o delegado, que informou que o veículo foi levado para a garagem do pai de Marcinho depois da perícia.

Trecho do asfalto onde ocorreu o atropelamento ainda tem marcas de sangue — Foto: Debora Gares / TV Globo

Procuradas pelo ge, as assessorias do Botafogo e de Marcinho ainda não se posicionaram sobre o caso. O contrato de Marcinho com o clube carioca termina nesta quinta-feira, dia 31 de dezembro. Ele não deve continuar na equipe.

Em nota, o Diretório Central dos Estudantes do CEFET/RJ lamentou a morte do professor Alexandre Silva de Lima.

Globo Esporte*

Nenhum comentário