Aconteceu!

VÍDEO: FAMÍLIA DESCOBRE QUE PÍTON-DIAMANTE DE TRÊS METROS VIVIA HÁ UM ANO NO TELHADO



Uma família na Austrália levou um enorme susto ao descobrer que uma píton-diamante de três metros vivia há um ano num buraco do telhado de casa. A moradora Peta Norton relatou que costumava escutar ruídos vindos do teto durante este período estimado, até então considerados um mistério.

Segundo o jornal britânico "Daily Mail", ela viu que algo estava estranho quando notou uma cabeça de cobra aparecendo por uma janela. Mesmo espantada, conseguiu filmar, junto com o marido, o réptil escorregando pelo vidro.

O registro, feito na última sexta-feira, 27, em Wyoming, na costa central de New South Wales, foi publicado no grupo de Facebook chamado "30 Days Wild". O vídeo da píton saindo do esconderijo dura mais de um minuto e impressiona pelo tamanho do animal.

"Suspeitamos que uma píton pode ter estado em nosso telhado e esta noite nossas suspeitas foram confirmadas", escreveu Peta na postagem, que não tardou a repercutir na imprensa.

Ela contou ainda ter bloqueado o buraco que serviu de lar da cobra por tanto tempo.

Segundo Peta, seu marido já brincava com a hipótese de ser uma píton muito antes da descoberta.

As pítons-diamante têm comprimento de dois a quatro metros e podem pesar até 15 quilos. Elas são lentas e, embora não sejam venenosas, podem causar uma mordida dolorosa a suas presas, que podem ser mamíferos pequenos, pássaros e lagartos, não representando, portanto, risco aos humanos.


Nenhum comentário