Aconteceu!

HOMEM JOGA ÁGUA FERVIDA EM ESPOSA POR ACORDÁ-LO PARA TOMAR CAFÉ DA MANHÃ

 

Rukiye Ay ao lado do marido suspeito de cometer o crime 
Imagem: Reprodução/Newsflash via Daily Mail

Ali Ay é suspeito de jogar água fervida sobre a mulher durante um acesso de raiva após a vítima, Rukiye Ay, o acordar para chamá-lo para tomar café da manhã na cama. Rukiye foi levada ao hospital após ser atingida pelo líquido. O caso aconteceu no último dia 9, na Turquia, mas foi divulgado hoje pela mídia internacional. O suspeito está preso depois de ser liberado na primeira vez em razão do pagamento de fiança.

A vítima contou que preparou os alimentos como uma "surpresa" e chamou o marido, que estava dormindo, para tomar o café da manhã na cama, como de costume. Então, o homem teve um acesso de raiva e a mulher decidiu ir comer junto com a filha. Segundo o Daily Star, o suspeito então teria saído do quarto, seguido até onde Rukiye estava e disse que iria se separar da mulher e obter a guarda da filha do casal. Na sequência, o homem jogou água fervida em direção ao rosto da vítima, que conseguiu virar o corpo antes que o líquido atingisse a face. 

"Eu preparei tudo e depois fui dizer ao meu marido [para tomar o café na cama, já que ele tinha o costume]. Ele ficou bravo e exigiu saber por que eu o acordei, e me disse para não incomodá-lo, então comecei a tomar o café da manhã com minha filha. Ele veio ainda de mau humor e me disse que iria se divorciar de mim e obter a custódia de nossa filha, não importa o que eu fizesse. Ele então derramou água fervente no meu pescoço. Ele ia jogar na minha cara, mas eu me afastei."

Enquanto a mulher — que era casada com o suspeito há 5 anos — tentava fugir do ataque, Ali jogou o restante da água contra a jovem. O líquido atingiu o quadril da vítima e ainda caiu nos pés da filha do casal. Rukiye disse que se lembra de ouvir os gritos da filha ao mesmo tempo que o marido a alcançou e começou a arrastá-la para o banheiro. A mulher então encontrou forças para tentar sair do local novamente enquanto o suspeito atendia a ligação do pai e correu. A jovem conseguiu ser atendida por um vizinho que chamou a polícia.

O suspeito foi preso, mas liberado sob fiança. No entanto, a liberdade de Ali teve ampla repercussão no país e causou uma indignação pública contra a libertação que resultou em uma nova prisão do homem, a pedido do Ministério Público e da defesa da vítima, segundo o site The Sun. O homem foi detido novamente e responderá por lesões corporais graves. Rukiye declarou preocupação com uma possível nova liberação do suspeito: "Eu não conseguia acreditar [quando Ali foi solto], enquanto ele estiver livre, eu e minha filha estamos em perigo".


UOL*

Nenhum comentário