Aconteceu!

MANAUS REGISTRA MAIS 15,5 MIL IMUNIZADOS E COLOCA O AM NA LIDERANÇA DO RANKING

 


A vacinação contra a Covid-19 em Manaus bateu novo recorde nesta terça-feira, 9/2, com 15.568 pessoas vacinadas. O Amazonas assumiu hoje a primeira colocação no ranking nacional de imunização, com 3,65% da população vacinada. O atendimento acontece em nove pontos montados pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), em todas as zonas da cidade, para receber o público prioritário. 

Na última segunda-feira, 8, foram vacinadas 15.475 pessoas entre trabalhadores de saúde e idosos com 70 anos ou mais, idosos acamados e os residentes em áreas rurais e ribeirinhas da capital amazonense. Também já receberam a primeira dose os indígenas aldeados e os idosos institucionalizados. 

“Esses resultados só estão sendo possíveis porque temos uma equipe dedicada, empenhada em assegurar essa imunização. É uma união de esforços, de servidores de vários setores da prefeitura, concentrados em atender o máximo de pessoas por dia para que recebam a vacina. Esse é o nosso propósito: proteger o mais rápido possível, nossa população. Acredito que nos próximos dias já tenhamos pelo menos cem mil vacinados em nossa cidade”, comemorou o prefeito David Almeida. 

A vacinação em Manaus começou no dia 19/1, com a aplicação da primeira dose em grupos prioritários de trabalhadores da saúde. À medida em que foram chegando novas remessas de doses, a prefeitura foi ampliando o alcance dos grupos preconizados pelo Ministério da Saúde e definidos pela Comissão Intergestores Bipartite (CIB), integrada por representantes das secretarias de Saúde do Município (Semsa) e do Estado (SES-AM). 

Para a secretária municipal de Saúde, Shádia Fraxe, esse resultado é muito importante, mas alertou as pessoas a reforçarem os cuidados porque apenas a primeira dose não garante a imunização. “É preciso que as pessoas mantenham e até redobrem os cuidados e a prevenção, respeitando o distanciamento social, evitando sair sem que seja necessário, usem máscara e higienizem sempre as mãos, com água e sabão e não dispensem o álcool em gel para evitar a contaminação por esse vírus”, salientou.

 

SEMCOM

Foto – Valdo Leão / Semcom



Nenhum comentário