Aconteceu!

PACIENTE MORRE APÓS FAZER NOVA CIRURGIA COM MÉDICO QUE CONHECEU NA INTERNET

Foto: Reprodução

A Polícia Civil está investigando a morte de Vanusa Carvalho da Silva, de 36 anos. A mulher se submeteu a duas cirurgias na clínica “Dr. Plástica”, em São Paulo, e morreu após realizar o quarto procedimento estético. A família da vítima acusa o médico Diego Cardoso Cordeiro de negligência. As informações são do Cidade Alerta, da Record TV.

Na primeira cirurgia, Vanusa passou por três procedimentos estéticos: silicone nos seios, lipoaspiração na barriga e outro procedimento nas partes íntimas. O valor cobrado pelo médico, que a mulher conheceu pelas redes sociais, foi de R$ 35 mil.

De acordo com a família da vítima, Vanusa teve três paradas cardíacas, mas não chegou a contar o ocorrido para os parentes. Ela conseguiu se recuperar, voltou para casa e contou sobre as paradas cardíacas apenas para a melhor amiga.

Meses depois, a mulher percebeu que o implante de silicone não havia dado certo. Ela chegou a procurar outro médico, que não aceitou fazer uma plástica reparadora. Por isso, a mulher decidiu voltar para a clínica do “Dr. Plástica”, que além de reparar os erros das outras intervenções, propôs uma lipoaspiração nas costas dela e cobrou mais R$ 15 mil.

A mulher acabou não sobrevivendo à segunda cirurgia. A família tem certeza que ela foi vítima de erro médico. Para a família, o médico foi negligente ao submeter Vanusa a uma segunda cirurgia apenas alguns meses depois da primeira.

Conforme o Conselho Regional Medicina Estado São Paulo (Cremesp), o médico Diego Cardoso Cordeiro não possui nenhuma especialidade. Além disso, ele também não possui título de cirurgião plástico. O Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) está investigando o caso como morte suspeita. A Record TV não conseguiu contato com o médico.


IstoÉ*

Nenhum comentário