Aconteceu!

CAVALO INVADE FARMÁCIA EM FLORIANÓPOLIS; VEJA


Caso aconteceu na tarde de terça-feira em Palhoça, na Grande Florianópolis — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Cavalo estava solto na rua e entrou no estabelecimento perto do balcão de atendimento, no bairro Pedra Branca.

Clientes e funcionários de uma farmácia em Palhoça, na Grande Florianópolis, receberam uma visita inusitada na tarde de terça-feira (9). Um cavalo entrou no estabelecimento e chamou a atenção de quem passava perto do local. As imagens mostram o cavalo perto do balcão de atendimento, no bairro Pedra Branca.

A situação foi divulgada pelo vereador Rodrigo Quintino (Podemos), que publicou as imagens nas redes sociais. De acordo com João Gonçalves Neto, secretário da Defesa do Cidadão e Bem Estar animal do município, o animal que entrou na farmácia no momento em que um funcionário da pasta estava recolhendo o cavalo e outro que estavam na rua.

"Nós recebemos uma denúncia de dois animais soltos ali no bairro. O fiscal foi até o local, constatou que os animais estavam soltos e estavam indo para a via pública e ele ficou cuidando disso. Nesse momento, um deles acabou entrando na farmácia", disse.

Os animais foram recolhidos pela cavalaria da Polícia Militar e estão em um terreno na cidade de São Pedro de Alcântara, na mesma região. Eles estão saudáveis e não apresentavam ferimentos.

Segundo Gonçalves Neto, os cavalos serão liberados caso o dono se apresente, pague uma multa de R$ 300 e custei alguns exames que estão sendo feitos pela prefeitura. Outra opção, segundo o secretário, é que os animais participem de um programa que está sendo desenvolvido de equoterapia para crianças com autismo.

O secretário afirma que denúncias de animais soltos na região são comuns. Atualmente, o município tem cerca de 13 cavalos sob tutela que foram recolhidos das ruas nas mesmas condições.


Animais foram recolhidos pela Polícia Militar — Foto: Secretaria de Bem Estar Animal de Palhoça/Divulgação



Veja vídeos:


Cavalo invade farmácia em Palhoça, na Grande Florianópolis — Foto: Reprodução/ Redes sociais






G1*

Nenhum comentário