Aconteceu!

SENSIBILIZADO, EX-PREFEITO ARTHUR NETO EMITE NOTA DE PESAR

 


Terezinha Morango primeira Miss Amazonas a virar Miss Brasil, morreu neste sábado (13/3), no Rio de Janeiro, aos 84 anos, vítima de um infarto. Terezinha Morango Pittigliani era natural da cidade de São Paulo de Olivença, no Amazonas. Nasceu no dia 26 de outubro de 1936 e conquistou, de maneira inédita para região Norte, o título de Miss Brasil em 1957. Na disputa do Miss Universo, Terezinha foi a segunda colocada.

Por meio de nota,o ex prefeito de Manaus, Arthur Virgilio Neto, lamentou a morte da Miss. "Referência em beleza, Terezinha Morango realizou um sonho, ainda hoje buscado por muitas jovens", disse o ex-senador amazonense Arthur Virgílio Neto, ao lamentar a morte da primeira Miss Amazonas a virar Miss Brasil, ocorrida neste sábado (13/3), no Rio de Janeiro, aos 84 anos, vítima de um infarto.

"Eu e minha esposa Elisabeth nos solidarizamos aos familiares e amigos. Deixamos nosso reconhecimento e homenagem à estimada figura da senhora Terezinha", completou Arthur.

O prefeito de Manaus, David Almeida, também se solidarizou com a família da ex- Miss Brasil. Confira a nota na integra: 

 “O Amazonas perdeu um ícone, que com certeza inspirou várias jovens a sonharem a serem miss, além revelar ao Brasil e ao mundo a beleza da mulher amazonense. Que neste momento tão triste Deus seja a fortaleza da família e amigos da nossa eterna Miss Brasil, Therezinha Morango”, disse o prefeito.

Nascida no município de São Paulo de Olivença (a 1.235 quilômetros de Manaus), Therezinha Morango foi a primeira amazonense a ganhar o Miss Brasil, em 1957. No mesmo ano, Morango representou o país no Miss Universo, realizado na Califórnia (EUA), ficando em segundo lugar, e a peruana Gladys Zender faturando a coroa. Os concursos de beleza à época tinham bastante visibilidade, o que a transformou em celebridade.  

Dois anos após o concurso, Therezinha casou-se com o empresário catarinense Alberto Pittigliani, com quem teve um casal de filhos, Alberto Júnior e Andrea, passando a morar no Rio de Janeiro. Viúva desde 2003, Morango deixa filhos e uma neta.    

Na última segunda-feira, 8, Dia Internacional da Mulher, Therezinha Morango foi homenageada pelo Atlético Rio Negro, clube pelo qual ela foi eleita Miss Amazonas, e posteriormente Miss Brasil e vice-Miss Universo.

Nenhum comentário