Aconteceu!

NO RETORNO DE GABIGOL, FLAMENGO EMPATA COM O BOAVISTA, MAS VOLTA À LIDERANÇA

Jucilei marca Gabigol, no empate entre Boavista e Flamengo Foto: Andre Fabiano/Zimel Press / Agência O Globo

Na estreia de Gabigol na temporada, natural que todos os olhares estivessem sobre ele. Mas foi uma noite de frustrações. Não só para o camisa 9, que passou em branco, como para o próprio time do Flamengo, que ficou no 1 a 1 com o Boavista. Pela primeira vez no Estadual, os rubro-negros deixaram de pontuar contra um pequeno.

Ainda assim, foi o suficiente para o Fla tirar o Volta Redonda do topo da tabela. Com 13 pontos, recuperou o posto. Na quarta-feira, tenta voltar a vencer, agora o Bangu, no Raulino de Oliveira.

A diferença na posse de bola deixa clara a superioridade do Flamengo: 74% contra 26% do Boavista. E não se pode acusar o time de Maurício Souza de não ter aproveitado esse domínio. Foram pelo menos três chances reais de gol só no primeiro tempo.

A proposta do Boavista era recuar suas linhas de marcação para formar uma retranca na frente de sua meta e esperar pela chance do contra-ataque. E ela veio, aos 23, após um passe errado de Gabigol. Jean Victor recebeu livre na entrada da área e chutou colocado, sem chance de defesa para Hugo.

Com o Boavista deixando a faixa central bem povoada, o caminho para o Flamengo chegar ao gol tinha que ser nos chutes de fora da área ou pelos cantos. E foi por ali que Michael cruzou para Vitinho receber livre e empatar.

Na etapa final, o cenário não mudou. O Boavista manteve o ferrolho, e o Flamengo seguiu com seu domínio. A grande diferença foi a entrada do artilheiro Rodrigo Muniz, que assumiu a função de centroavante e deu mais mobilidade a Gabigol.

O problema é que, para isso, Maurício Souza tirou Pepê. A mudança desfez o meio-campo rubro-negro e deixou o time com mais dificuldades para fazer a ligação com o ataque. Ainda assim, a virada quase veio quando Muniz desperdiçou uma chance clara, aos 22. Não era noite de gol de Gabigol e nem do jovem artilheiro.

*Extra

Nenhum comentário