Aconteceu!

BELARMINO LINS DIZ QUE DECRETO SOBRE ABONO “É JUSTIÇA” AOS TRABALHADORES DA SAÚDE

Para o deputado estadual Belarmino Lins (PP), o Decreto nº 43.690, do Governo do Amazonas, “faz justiça a todos os trabalhadores da saúde que se empenham no combate à pandemia da Covid-19 na capital e no interior do Estado”. O decreto determina o pagamento de abono remuneratório aos servidores do sistema estadual de saúde em reconhecimento ao empenho na luta antiCovid.

De acordo com o decreto, o pagamento será efetuado em parcela única, em folha extra, devendo ocorrer ainda neste mês de abril, alcançando todos os trabalhadores que atuam diretamente na luta contra o coronavírus. “É importante destacar que o decreto se estende aos trabalhadores do regime temporário, bem como aos comissionados”, afirma o parlamentar.

 Segundo a Sefaz, serão investidos R$ 30 milhões no pagamento a 25.406 trabalhadores. Os comissionados serão contemplados com uma bonificação de R$ 1.000,00.

Adicional

No início de janeiro deste ano o deputado Belarmino Lins encaminhou solicitação ao governador Wilson Lima (PSC) e ao prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), defendendo a concessão, de forma excepcional, de um adicional de periculosidade aos salários de todos os trabalhadores de saúde durante três meses ou enquanto durasse a pandemia no Estado.

Na solicitação, o parlamentar afirmou ser “grande e perigosa” a exposição de médicos, enfermeiros e demais agentes engajados no combate ao coronavírus nas redes hospitalares estadual e municipal. Por isso, ele considerou ser relevante o Governo do Estado e Prefeitura de Manaus recompensarem financeiramente os esforços de cada profissional em atividade nos estabelecimentos de saúde.

“Neste momento, não importa como veio o reconhecimento do Governo do Estado, se via pagamento de adicional de periculosidade ou por meio do pagamento de abono remuneratório. É imprescindível, sobretudo, destacar o reconhecimento oficial à dedicação e aos riscos enfrentados pelos abnegados profissionais de saúde no combate à pandemia. O importante é o reconhecimento e o comprometimento do Governo Estadual no sentido de conceder o abono e remunerar melhor aqueles que emprestam sua competência à causa da luta contra a pandemia”, declarou Belarmino Lins.

Nenhum comentário