Aconteceu!

CHUVA PROVOCA ALAGAMENTO E MULHER CAI EM CRATERA; VÍDEOS


Chuvas em Garanhuns, no Agreste (Reprodução/Internet)

A mulher que está desaparecida tentava ajudar um motorista que teve o carro preso no buraco aberto na rua.

Na noite da última quarta-feira (21), a cidade de Garanhuns, no Agreste, registrou pontos de chuvas fortes e isoladas em alguns bairros do município, como no Magano, Brasília e Centro.

Moradores da cidade registraram pontos de alagamento em diversas ruas através de vídeos, enquanto outros relataram na manhã desta quinta-feira (22) que não houve registro de chuva em outros locais. Uma mulher acabou sofrendo um acidente ao cair em uma cratera durante as chuvas e está desaparecida.

De acordo com informações da Rádio Jornal Garanhuns, alguns dos pontos de alagamentos, que não são comuns no município que fica localizado no alto da Borborema, há 842 metros acima do nível do mar, teriam sido provocados pelo entupimento de galerias nas ruas da cidade.

Muitas residências dos bairros que registraram chuva em Garanhuns foram invadidas pela água que acumulou nas ruas. Alguns dos setores mais afetados foram a localidade conhecida como Lavanderia e uma rua no centro da cidade, que estava com uma vala aberta.


Desaparecimento durante as chuvas em Garanhuns

Com as chuvas registradas em Garanhuns, uma cratera localizada em uma das ruas do Centro, que estava protegida com cavaletes, acabou ficando ainda maior. Um carro acabou ficando preso no buraco e uma mulher acabou sendo "engolida" pela vala ao tentar ajudar o motorista.

Testemunhas disseram que, antes de ir ajudar o condutor do veículo, a mulher reclamava da situação da rua. O marido da vítima tentou ir até o local para ajudá-la mas foi contido por policiais que estavam no local, afim de que ele não se machucasse também.

Equipes de busca trabalharam até às 1h30 em busca da mulher, que até a manhã desta quinta-feira continua desaparecida. As buscas foram retomadas ainda nesta manhã pelas equipes do município.

Confira mais informações com o repórter Eduardo Peixoto:


NE10 Interior*

Nenhum comentário