Aconteceu!

EX-VASCO, GUARÍN É DETIDO PELA POLÍCIA COLOMBIANA E ACUSADO DE AGREDIR OS PAIS; JOGADOR APARECE ENSANGUENTADO EM VÍDEO

 

Foto: Gazeta Press

Fredy Guarín, ex-jogador do Vasco da Gama e que atualmente defende o Millonarios, foi preso na Colômbia acusado de agressão doméstica aos familiares. Segundo o jornal El País, o meio-campista apresentava estado de embriaguez ao ser conduzido por policais.

Familiares do jogador o acusam de ter agredido o próprio pai. Além disso, outros parentes de Guarín também foram violentados pelo atleta.

Nas redes sociais, um vídeo do jogador sendo conduzido viralizou rapidamente. Guarín apresentava manchas de sangue e estava visivelmente alterado.

Após a inervenção, o diretor-geral da polícia colombiana concedeu sua versão dos acontecimentos sobre o ocorrido com o jogador Fredy Guarín.

"Houve uma chamada por conta de violência familiar. Chegando no local, os policiais encontraram lesões pessoais no interior de uma casa. O filho (Guarín) protagonizando uma briga contra os seus pais. Os pais pediram assistência para que ele fosse conduzido. E fizemos isso. Queremos chamar atenção para o respeito do uso moderado, controlado de substântcias que podem gerar dependência. Estamos pendentes legalmente das ações que vão acionar a família. Nós, da polícia, já estamos procedendo como se mandam as normas do código nacional de segurança e convivência".

Veja abaixo o vídeo do momento em que Guarín é retirado de casa pela polícia colombiana:

Guarín defendeu o Vasco no futebol brasileiro, entre 2019 e 2020. No entanto, se despediu do clube carioca em março de 2020, pouco antes da parada do futebol por conta da pandemia da COVID-19.

Pelo Millonarios, Guarín fez apenas sete partidas e conviveu com problemas pessoais. Vale lembrar que questões do mesmo tipo fizeram o atleta pedir a rescisão de contrato com o Vasco.


Fonte: ESPN*

Nenhum comentário