Aconteceu!

FUNDAÇÃO ALFREDO DA MATTA INICIA ATENDIMENTO COM PRONTUÁRIO ELETRÔNICO


A implantação oficial do prontuário eletrônico na Fuam será na segunda-feira (26) - Divulgação/Fuam

Manaus/AM - A Fundação Alfredo da Matta (Fuam) dá mais um importante passo para entrar de vez na era da governança digital. Foram atendidos na quinta-feira (22) os primeiros pacientes por meio do prontuário eletrônico, um marco para a instituição, que vai deixando o papel para trás e inicia uma nova fase, com a implantação da ferramenta Hygia Web e a digitalização de prontuários dos pacientes da instituição.

“Depois de muito trabalho, conseguimos dar este passo significativo, saindo finalmente da era do papel e partindo para a era digital, transformando e modernizando a vida institucional, após 65 anos de existência”, explica o diretor-presidente da Fuam, Ronaldo Amazonas.

A implantação oficial do prontuário eletrônico na Fuam será na segunda-feira (26), mas já nesta quinta-feira foram atendidos os primeiros pacientes utilizando a ferramenta, numa espécie de projeto-piloto. O objetivo é testar na prática o funcionamento da ferramenta, o acesso aos prontuários em formato digital, assim como a emissão de receituários, agendamento de novas consultas, dentre outras funcionalidades.

Todo o atendimento do paciente agora se dará via sistema, desde o seu cadastro até a emissão da receita médica. A produtividade diária será acompanhada mais facilmente com a geração em tempo real dos relatórios pelo sistema, aprimorando também a administração financeira na Fuam.

Digitalização de prontuários

A digitalização dos prontuários – documentos contendo todo o histórico de atendimento dos pacientes – já existentes na Fuam foi outro importante projeto desenvolvido na instituição e executado em paralelo à implantação do prontuário eletrônico.

“A implantação do prontuário eletrônico e a digitalização dos prontuários de papel são atividades diferentes, mas que estão totalmente relacionadas, pois se complementam”, explica o gerente de Sistemas e Tecnologia da Informação da Fuam, Ubiratan Cruz.

Com a implantação do prontuário eletrônico nos atendimentos ambulatoriais, um paciente que vier pela primeira vez terá um prontuário aberto no novo sistema. Para os demais que possuem prontuários em papel, a solução foi digitalizar os documentos existentes, o que foi possível com o projeto de digitalização dos prontuários.

Iniciada no mês de março, a digitalização vem avançando, e atualmente, dos 250 mil prontuários programados para serem digitalizados até o mês de novembro, 40 mil já estão prontos para serem acessados via sistema.

Portal do Holanda*

Nenhum comentário