Aconteceu!

MORADORES DO SÃO LÁZARO ATINGIDOS PELA CHUVA RECEBEM CESTAS BÁSICAS E KITS DE LIMPEZA

 

Foto: Mário Oliveira

Prefeitura de Manaus, por meio do Fundo Manaus Solidária, entregou nesta quinta-feira, 8/4, colchões, kits de limpeza e cestas básicas às 83 famílias do bairro São Lázaro, zona Sul, que sofreram danos materiais, em decorrência da forte chuva registrada em Manaus, no dia 24/3. As famílias também receberam máscaras de prevenção ao novo coronavírus.

Uma das beneficiadas, Laurimar dos Santos, 64, teve a casa alagada durante a chuva e só não teve mais perdas materiais, devido a maromba construída no imóvel. “Na minha casa são cinco pessoas. Com essa cesta básica e esse kit de limpeza vai dar um alívio pois a chuva sujou toda a casa. Estou desempregado e minha renda foi só para comprar remédios, pois peguei Covid-19 e estou em tratamento”, informou.

 

O Fundo Manaus Solidária tem mantido uma rotina de planejamento e reuniões, para que as ocorrências adversas possam ser atendidas o mais breve possível.

 

“A Prefeitura de Manaus, por meio do Fundo Manaus Solidária, tem trabalhado incessantemente, buscando solucionar todas as questões que chegam até nós, como essa do alagamento que a zona Sul sofreu no último mês. A população manauense pode esperar muita assertividade nas ações da gestão do prefeito David Almeida”, salienta a presidente do Fundo Manaus, Dulce Almeida.

 

Ação conjunta

A forte chuva registrada no dia 24/3, no bairro São Lázaro, resultou no transbordamento do igarapé, afetando várias casas. No mesmo dia, uma ação conjunta envolvendo equipes do Fundo Manaus Solidária, Casa Militar, secretarias municipais de Limpeza Urbana (Semulsp), e da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc) estiveram no local realizando um cadastro socioeconômico das famílias atingidas, além da limpeza da área.

 

Na ocasião, os moradores também foram orientados sobre a questão ambiental e o descarte irregular de lixo no igarapé.

 

Conforme dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a pluviometria registrada em 24/3, foi de 75,6 milímetros, o que causou os alagamentos, desabamentos e deslizamentos, verificados em Manaus naquele dia.


Nenhum comentário