Aconteceu!

BRUNO HENRIQUE DÁ O ‘VAPO’, MARCA DUAS VEZES E GARANTE VITÓRIA DO FLAMENGO EM DESPEDIDA DE GERSON

FOTO: ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO

Flamengo e Fortaleza entraram em campo na noite desta quarta-feira (23), às 19h (horário de Brasília), no Maracanã, em jogo válido pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. No jogo de despedida de Gerson, o Mengo tentava aproveitar o fator casa para garantir mais uma vitória no torneio nacional e encerrar o ‘ciclo’ do camisa 8 em grande estilo.

O JOGO:

No primeiro minuto da partida o Flamengo teve uma boa chance, após erro do goleiro Felipe Alves, que deu bobeira e foi interceptado por Pedro, atento na jogada. A bola sobrou para Vitinho que chutou de longe e mandou por cima do gol. Foi a primeira oportunidade do Mais Querido no confronto.

Os 15 minutos iniciais foram marcados por amplo domínio do Flamengo, que não deu ao Fortaleza chances de oferecer perigo a Diego Alves. Com pressão na saída de bola, o Mengo ‘complicava’ a vida do adversário em busca do primeiro gol do duelo, que veio aos 21. Bruno Henrique, atento, aproveitou a bobeada da defesa adversária, roubou entro da área e chutou rasteiro para abrir o placar no Maracanã. Mengo 1 a 0 com direito a ‘vapo coletivo’ na comemoração. Noite de fortes emoções para Gerson e os torcedores do Flamengo.

Sem tirar o pé do acelerador, contra-ataque fulminante do Flamengo aos 29. Michael comandou a jogada em velocidade e finalizou para ampliar o marcador, mas parou em excelente defesa de Felipe Alves, que impediu o segundo tento rubro-negro. Na sequência da jogada, Vitinho cobrou dentro da área e Rodrigo Caio cabeceou forte, mas a bola foi pela lateral do gol adversário.

Após duas chances seguidas do Mengo, foi a vez do Fortaleza tentar levar perigo à Diego Alves. Pikachu recebeu livre pela esquerda e mandou um chutaço para fora.

Em ampla demonstração de superioridade e domínio, o Flamengo conseguiu trabalhar as jogadas e encontrou espaço para garantir o segundo gol antes do intervalo. Pedro trabalhou com Bruno Henrique, que carregou a bola e finalizou para marcar novamente. Mengo 2 a 0.

O Flamengo encerrou o primeiro tempo com 69% de posse de bola, 242 passes certos, 14 finalizações, seis escanteios e dois gols: ambos marcados por Bruno Henrique.

Na volta do intervalo, logo aos 20 segundos da etapa final, após total desatenção da defesa rubro-negra, gol do Fortaleza, que diminuiu a vantagem e anotou 2 a 1 no placar.

Na tentativa de retomar a boa diferença no marcador, o Fla teve chance com Bruno Henrique. O atacante partiu em velocidade pela direita, viu Felipe Alves adiantado e tentou surpreender, mas a bola explodiu no travessão.

Após amplo domínio na primeira etapa, o Flamengo mostrou bastante desatenção no segundo tempo e a partida ficou totalmente aberta. Na tentativa de corrigir, Rogério Ceni fez dupla substituição aos 17 minutos: tirou Vitinho e Pedro para as entradas de João Gomes e Muniz. Pedro Guilherme, no entanto, não gostou nem um pouco da alteração e saiu reclamando bastante.

Aos 22, lance inacreditável perdido pelo Flamengo, que teve a oportunidade de matar o jogo. Michael trabalhou com João Gomes, que chutou rasteiro para a área. Gerson, sozinho, finalizou na segunda trave e parou em boa defesa de Felipe Alves. o rebote, Matheuzinho mandou uma bomba rumo à meta adversária, e Benevenuto salvou em cima da linha.

Já próximo da reta final do segundo tempo, o Fortaleza começou a se encontrar no jogo, buscando o empate e obrigando Diego Alves a trabalhar. Aos 30, após boa cobrança de lateral, Crispim finalizou na pequena área, mas parou nas mãos do arqueiro do Mengo. Na tentativa de oxigenar o time, Ceni voltou a mexer aos 36, quando tirou Filipe Luís para a entrada de Renê.

Apesar de tentar sufocar o Flamengo nos minutos finais, o Fortaleza não conseguiu superar o bom jogo do Mais Querido, que garantiu o resultado e conseguiu encerrar com ‘chave de ouro’ o ciclo de Gerson, que teve seu último compromisso com o Manto Sagrado. Na tentativa de segurar o placar, Ceni fez a última substituição nos acréscimos, e tirou Diego Ribas para a entrada de Hugo Moura. Sem mais surpresas, fim de papo no Maracanã: Flamengo 2 a 1 Fortaleza.


*Coluna do Fla

Nenhum comentário