Aconteceu!

MAIS DOIS SUSPEITOS SÃO PRESOS POR ATAQUES DO CV AO PRÉDIO DO 13º DIP EM MANAUS


Foto: Reprodução

Manaus/AM - Bruno Frota de Lima, de 23 anos, e Bruno Reydiney Amorim Barroso, de 22 anos, foram presos nesta sexta-feira (11), em cumprimento a mandado de prisão temporária e busca e apreensão por envolvimento nos ataques do Comando Vermelho ocorridos no domingo (06), ao prédio do 13° Distrito Integrado de Polícia (DIP), localizado no bairro Cidade de Deus, zona norte de Manaus. As ordens judiciais foram cumpridas no Conjunto Fazendinha, no mesmo bairro onde o crime ocorreu.

“Nesta manhã realizamos a prisão de mais dois indivíduos, envolvidos no ataque criminoso ao 13° DIP. O nosso trabalho não para e estamos nas ruas para combater esses atos criminosos”, ressaltou o delegado-geral adjunto da PC-AM, Tarson Yuri Soares.

Na ocasião, o delegado Alessandro Albino, diretor do DPM, relatou que desde os primeiros ataques ocorridos no estado, na madrugada de domingo (06), a Polícia Civil determinou que todas as unidades policiais da capital priorizassem e tomassem a frente das investigações para elucidar, identificar e prender os autores.

Os suspeitos foram identificados como os autores diretos do atentado contra a delegacia. Segundo ele, as equipes policiais tiveram acesso às imagens das câmeras de segurança das proximidades da unidade policial, que mostram ambos os infratores conduzindo uma motocicleta e trajando ainda as mesmas roupas, logo após cometerem o crime.

“Além do atentado ao prédio do 13° DIP, eles também incendiaram dois ônibus, sendo um na Cidade de Deus, e outro no Jorge Teixeira, zona leste. As diligências seguem em andamento com o intuito de confirmar a participação deles em outros ataques criminosos. Vamos averiguar também se há outras pessoas envolvidas nos delitos”, explicou a polícia.

Em relação ao atentado ao prédio da delegacia, o delegado lembrou que um outro envolvido no ataque, identificado como Jailson de Lima Lisboa, de 26 anos, foi preso na tarde de segunda-feira (07).

A autoridade policial ressaltou ainda a importância do trabalho integrado e efetivo realizado pelas equipes policiais, para identificar e responsabilizar todos os autores desses atos de vandalismo que ocorreram no Amazonas, e causaram grave risco à integridade física da população. As ordens judiciais em nome dos indivíduos foram decretadas pelo Plantão Criminal do Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas (TJAM).

Procedimentos – Bruno Frota e Bruno Reydiney foram encaminhados ao DRCO e irão responder por associação criminosa e incêndio. Ao término dos trâmites cabíveis, eles serão levados à Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde ficarão à disposição da Justiça.

Fonte: Portal do Holanda


Nenhum comentário