Aconteceu!

VENDEDOR AMBULANTE DÁ BLUSA PARA MORADOR DE RUA COM FRIO; VÍDEO



Brasil – Um ambulante, que ganha a vida como vendedor de paçoca, deu a própria blusa a uma pessoa em situação de rua que passava frio em Foz do Iguaçu, no Paraná. E não foi nada programado.

A cena espontânea de empatia e solidariedade foi gravada, sem que ele soubesse, por uma câmera de monitoramento do centro da cidade, nesta segunda, 28. O homem também deu uma marmita para a pessoa, que tinha apenas um cobertor.

Depois que as imagens foram parar nas redes sociais, a imprensa de Foz do Iguaçu conseguiu identificar o autor da boa ação: é o músico desempregado Gabriel Alexandre, que passa por uma situação financeira difícil.

“Eu só vi o rapaz ali enquanto eu comia e pensei: ‘esse menino deve estar com fome’. Aí levei o pratinho com um pouco do arroz que fiz. Ele disse na hora: ‘Foi Deus que que mandou você aqui’”, contou o rapaz.

E que moveu Gabriel? A boa vontade de ajudar

“Não importa o que o levou para a aquela condição, mas que naquele momento ele está sofrendo e precisa de ajuda“, disse.

Violão furtado

Mesmo enfrentando problemas financeiros, Gabriel não pensou duas vezes ao ajudar o desconhecido. Ele e a esposa são músicos, mas como teve o violão furtado, Gabriel está vendendo paçocas no semáforo para levantar algum dinheiro.

“Com a pandemia ficou tudo difícil. Começamos a cantar no semáforo por causa dos ‘lockdowns’. As dificuldades existem, mas a gente tenta dar a volta por cima. E no semáforo a gente é movido pela fraternidade das pessoas. Por isso, a gente tenta passar isso para outras pessoas. Passar sempre para frente a corrente da fraternidade”, disse.

De acordo com o Simepar, o Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná, a cidade de Foz do Iguaçu registrou uma temperatura mínima de congelantes 5º C (com máxima de apenas 12º C).

A Secretaria Municipal de Assistência Social estima que o município tenha cerca de 300 pessoas vivendo em situação de rua.

Para Gabriel, a repercussão da atitude dele empática foi uma surpresa.

“Eu não imaginava essa repercussão, nem vi a câmera na hora e para mim é normal ajudar. Acho que deveria ser normal para todo mundo, ainda mais nessa época, com o que a humanidade está passando.

Assista:



Fonte: Portal Cm7

Nenhum comentário