Aconteceu!

CAMPANHA DE MEGAVACINAÇÃO COMEÇA NESTE SÁBADO EM MANAUS E EM MAIS 5 CIDADES DO BRASIL

 

Aline Massuca/ Metropoles

A manhã deste sábado (20/11) começa com um esforço do Ministério da Saúde para incentivar a imunização de aproximadamente 21 milhões de pessoas que estão com a segunda dose da vacina contra a Covid-19 atrasada.

Para tentar mobilizar a população e garantir que os brasileiros completem o esquema vacinal, a pasta lança hoje a Campanha Nacional de Megavacinação contra a Covid-19. A partir das 10h, serão realizadas ações simultâneas em diversas capitais brasileiras, em todas as regiões do país.

Os eventos ocorrem no Rio de Janeiro (RJ) – onde o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, participa da ação –, em Brasília (DF), São Paulo (SP), Curitiba (PR), Manaus (AM) e Salvador (BA), com participação de secretários do ministério.

Nos locais serão oferecidas vacinas contra a Covid-19 para todas as pessoas que desejam finalizar o esquema vacinal, bastando apresentar o cartão de vacinação. Mesmo com ações do governo federal em apenas seis cidades brasileiras, moradores de outros municípios também devem procurar unidades de saúde para completar o ciclo.

De acordo com o governo federal, a megavacinação vai até a próxima sexta-feira (26/11). O Ministério da Saúde, de acordo com a pasta, está orientando secretarias estaduais e municipais a estenderem o horário de funcionamento dos postos. A ideia é atingir o público que não concluiu a imunização por razões como rotina de trabalho e outras tarefas do cotidiano.

Além disso, o ministério autorizou a cada Secretaria de Saúde realizar medidas independentes durante a campanha. É o caso do Distrito Federal, onde o governador Ibaneis Rocha informou que irá instalar pontos de vacinação em locais com grande circulação de pessoas, como feiras e rodoviárias.

Durante os eventos do governo federal, também serão aplicadas doses de reforço em todos os brasileiros maiores de 18 anos que tenham completado o ciclo primário de imunização há, no mínimo, cinco meses.

Atrasados

O último levantamento divulgado pelo Ministério da Saúde aponta que a maior parte dos 21 milhões de brasileiros com a segunda dose atrasada recebeu o imunizante da AstraZeneca: são 8,9 milhões de pessoas.

Em seguida, estão os brasileiros que receberam a vacina da Pfizer: 6,5 milhões de indivíduos atrasados. Essas duas fórmulas precisam de um intervalo de oito semanas entre a primeira e a segunda dose, os mais extensos do Programa Nacional de Imunizações (PNI).

No fim do ranking está a Coronavac, com 5,6 milhões de D2 atrasadas. O espaço de tempo para aplicação da segunda dose do imunizante é o mais curto do PNI: são 28 dias.

O Ministério da Saúde também informou que o estado com a maior quantidade de pessoas atrasadas, em número absoluto, é São Paulo, com 4,1 milhões de brasileiros que não finalizaram o esquema vacinal. Em seguida, aparece Minas Gerais, com 2,2 milhões de pessoas nessa situação.

No entanto, quando comparado o percentual da população de cada estado que ainda não foi vacinada, o líder no ranking é o Amapá, com 28% dos moradores em atraso. Depois, estão Ceará (23%), Bahia (20%) Pará (20%), Roraima (18%) e Sergipe (18%).

Em publicação nas redes sociais na sexta-feira (19/11), o secretário executivo do Ministério da Saúde, Rodrigo Cruz, convocou a população a participar das ações de megavacinação deste sábado.

“A maior campanha de vacinação do Brasil alcança o marco de 300 milhões de doses aplicadas! E para chegar em 100% do público vacinado, amanhã, o país se mobiliza para a #MegaVacinação. Busque um local de vacinação e complete o seu ciclo de imunização”, escreveu.


Veja abaixo, o endereço da megavacinação neste sábado (20/11), em Manaus:

Arena da Amazônia, Rua Flávio Limongi  às 10h.



Metrópoles*

Nenhum comentário