Aconteceu!

PREFEITURA INICIA REMOÇÃO DE ÁRVORE DE GRANDE PORTE NO CENTRO DE MANAUS

Foto – Divulgação / Semmas

A Prefeitura de Manaus, por meio de uma ação integrada das secretarias municipais de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), Limpeza Pública (Semulsp) e do Instituto de Mobilidade Urbana (IMMU), iniciou neste sábado, 20/11, a remoção de uma árvore de grande porte, da espécie oitizeiro (Licania tomentosa), localizada na rua Saldanha Marinho, Centro.

 

Com cerca de 15 metros de altura e uma copa bastante volumosa, a árvore apresenta um acelerado processo de apodrecimento na base, o que é um grande fator de risco indicativo de tombamento. A ação prossegue nos próximos dias e conta com o apoio da concessionária Amazonas Energia, tendo em vista a proximidade com a rede elétrica.

 

“Não é um trabalho simples, mas a equipe da prefeitura, por orientação do prefeito David Almeida, está atuando para resguardar a segurança do local, sendo a remoção da árvore inevitável, antes que ela cause algum incidente mais grave”, informou o secretário da Semmas, Antonio Ademir Stroski.

 

De acordo com o diretor do Departamento de Arborização da Semmas, Deyvson Braga, a árvore está com sua base  de sustentação comprometida, uma vez que a podridão já atinge cerca de 50% da base do tronco, criando uma cavidade com aproximadamente 1,5m x 0,8m.

 

“O oitizeiro está com risco iminente de tombamento e a ação da prefeitura visa a eliminar qualquer risco à vida e ao patrimônio, tendo em vista que a Rua Saldanha Marinho é uma via de grande fluxo de pedestres e veículos no Centro da cidade”, explicou Deyvson.


 

Desafio

 

Deyvson disse, ainda, que o Centro da cidade representa um grande desafio na tarefa de compatibilizar a arborização urbana com os diversos mobiliários urbanos existentes como a rede elétrica, redes de dados, iluminação pública, marquises de lojas, entre outros.

 

“Além disso, muitas árvores já apresentam sinais de senilidade,  injúrias e podridão decorrentes de colisões de veículos e podas mal executadas. Diante desse cenário, é inevitável a remoção de algumas árvores em situação mais crítica e sua eventual substituição por espécies de menor porte, compatíveis com a realidade das vias do Centro”, justificou.

 

Espécie

 

O oitizeiro, espécie predominante em muitas vias da região central, reúne diversas qualidades para  uso na arborização urbana. No entanto, por se tratar de uma árvore de grande porte e sistema radicular bastante desenvolvido e robusto, não é compatível com algumas áreas da região central, por demandar uma grande área permeável para o desenvolvimento de suas raízes, além de um espaço livre de obstáculos aéreos para a conformação de sua copa volumosa.

 

Autorização para corte e poda

 

A ação deste sábado faz parte da rotina da Divisão de Manejo e Monitoramento da Arborização Urbana da Semmas, responsável pela avaliação de risco de árvores urbanas e emissão de autorizações de corte e poda de árvores tanto em áreas públicas como em áreas particulares.

 

O morador que deseja solicitar o corte ou a poda de uma ou mais árvores em Manaus, deve solicitar autorização à Semmas, que é o órgão responsável pela emissão de autorizações de corte e poda de árvores urbanas.

 

Os canais de atendimento para informações são o e-mail dmau.semmas@gmail.com e os telefones 3236-7330 / 98842-2294 (WhatsApp).

 

Vizinhança

 

Quando há uma árvore no terreno ao lado que está prejudicando sua propriedade, e o vizinho não autoriza o corte e nem faz a poda, a Semmas pode emitir uma Autorização de Poda Unilateral, que consiste na poda dos galhos e até mesmo das raízes que ultrapassam o limite da propriedade do vizinho e que estão prejudicando a sua. Para a poda unilateral, não é necessário a anuência do vizinho.

 

A Semmas recomenda ainda que se os galhos de uma árvore estão causando curto-circuito na rede elétrica, deve-se contatar a concessionária de distribuição de energia elétrica. E quando os galhos de uma árvore estão encobrindo a luminária da iluminação pública, deve-se comunicar a Manaus Luz.

Nenhum comentário