Aconteceu!

VERSTAPPEN E BOTTAS SÃO PUNIDOS NO GRID PARA O GP DO CATAR

 

Reprodução

Saiu a decisão dos comissários sobre Valtteri Bottas e Max Verstappen, que foram convocados por violação de bandeira amarela durante a classificação de sábado no Catar.

Ontem, Pierre Gasly sofreu um furo de pneu e teve que parar o seu carro na longa reta pelo lado direito. As bandeiras amarelas foram agitadas devido ao perigo que isto representava e três pilotos foram convocados pelos comissários por não diminuírem.

Valtteri Bottas e Carlos Sainz foram convocados por não respeitarem bandeiras amarelas simples, enquanto Max Verstappen alegadamente não respeitou bandeiras amarelas duplas.

Os três pilotos dirigiram-se aos comissários esta manhã e as notícias sobre punições acabam de sair. Inicialmente, os três se classificaram em P2 (Verstappen), P3 (Bottas), e P7 (Sainz). No entanto, o grid mudou, uma vez que Bottas e Verstappen receberam penalizações.

Max Verstappen perdeu cinco posições no grid. O seu tempo de volta de 1min21s282 foi descartado. A Red Bull disse aos comissários que havia uma “falta de exibição dos painéis de luz amarela, sem luzes de aviso de traço e sem sinal sonoro para o piloto”. Os comissários tomaram isso em consideração, mas ainda assim atribuíram a Verstappen a penalização.

Valtteri Bottas perdeu três posições da grelha e recebeu um ponto de penalização. O piloto da Mercedes admitiu que não reparou na bandeira amarela exposta no Ponto de Bandeira 16.6 e admitiu que não reduziu a velocidade, de acordo com o documento da FIA.

Sainz acabou absolvido. O piloto da Ferrari, segundo os comissários, diminui o suficiente para evitar uma punição, ao contrário dos outros dois.




Autoracing*

Nenhum comentário