TCE

TCE

Aconteceu!

PAI E FILHO SÃO MORTOS POR 15 HOMENS ENCAPUZADOS DENTRO DE DELEGACIA, APÓS MORTE DE PM

 

O Sargento recebeu homenagens, inclusive do Governador de Tocantins (Reprodução/Facebook)

Aproximadamente 15 homens encapuzados invadiram uma delegacia em Miracema do Tocantins, na região metropolitana de Tocantins, e assassinaram dois homens que eram interrogados no local. O crime aconteceu na madrugada do último sábado (5), na sequência da morte de um policial militar, em uma troca de tiros na cidade.

O segundo-sargento da PM de Tocantins Anamon Rodrigues de Sousa e sua equipe realizavam um levantamento de locais com maior incidência criminal, na região. Os militares foram surpreendidos por disparos de arma de fogo e houve troca de tiros. O sargento foi atingido no confronto e chegou a ser socorrido, no entanto não resistiu e morreu.

O Sargento recebeu homenagens, inclusive do Governador de Tocantins (Reprodução/Facebook)

Na sequência, os policiais foram até uma residência, onde estariam os suspeitos de terem efetuado os disparos contra os militares. O homem que seria o proprietário de uma arma usada contra os policiais foi levado para a delegacia, junto com o filho, atingido por uma bala no confronto.

Pouco tempo depois, os policiais informam que um terceiro suspeito que ficou na casa, parente dos interrogados, morreu, alvejado por tiros. A Polícia Militar afirma que foram feitas buscas pelo autor dos disparos, sem sucesso.

Pai e filho morrem em ação com 15 suspeitos

Na delegacia, os dois homens foram interrogados pelos policiais. Durante as diligências, o local foi invadido por cerca de 15 homens armados e encapuzados. O grupo rendeu os policiais de plantão e efetuou disparos contra os dois suspeitos. Os dois homens morreram.

Inquérito

Por meio de nota, a Polícia Civil informa que a morte do policial militar e os demais crimes estão sendo investigados em inquérito. De acordo com o Delegado-Geral da corporação, Claudemir Luiz Ferreira, devido a complexidade do caso, uma força-tarefa foi montada para as investigações, objetivando a devida apuração de todos os acontecimentos.

“Nenhuma linha de investigação foi descartada. A Polícia Civil está com várias frentes de trabalho, e em breve as apurações devem apontar uma linha de investigação a ser seguida”, acrescenta o comunicado.


Fonte: BHAZ


Nenhum comentário