Aconteceu!

TIM ESTARÁ PRONTA PARA O 5G EM JULHO, DIZ PRESIDENTE DA OPERADORA

 

© Lucas Galli/Divulgação

A TIM está ampliando o seu leque de projetos de internet móvel de quinta geração (5G) para testar a nova tecnologia e fazer o lançamento comercial nas capitais assim que a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) der a bandeirada. O presidente da operadora, Alberto Griselli, reiterou a perspectiva que a ativação do sinal aconteça em julho, sem atrasos. "Estamos com tudo preparado para julho", afirmou, em entrevista ao Estadão/Broadcast.

O leilão prevê que as operadoras deverão ativar o sinal nas capitais em julho, mas, antes disso, é preciso fazer a limpeza da faixa de 3,5 Ghz para evitar interferências dos sinais das antenas parabólicas, que ocupam a faixa atualmente. Há uma boa chance de o processo de limpeza da faixa sofrer algum atraso. O trabalho está a cargo da Entidade Administradora da Faixa (EAF), empresa criada após o leilão das licenças do 5G. Por sua vez, Griselli afirmou que a TIM diz estará pronta para ativar o sinal assim que receber o aval. A companhia tem a Huawei e a Ericsson como fornecedores.

TIM fará testes de rede standalone apenas para funcionários, no Rio; tele aposta no patrocínio de grandes eventos musicais como vitrine do seu 5G.  © Lucas Galli/Divulgação TIM fará testes de rede standalone apenas para funcionários, no Rio; tele aposta no patrocínio de grandes eventos musicais como vitrine do seu 5G. 

No fim da última semana, a TIM terminou a implantação da primeira rede 5G no padrão puro - o chamado standalone. Nesse modelo as redes são novas e inteiramente dedicadas ao 5G, sem remanejar parte da estrutura já instalada para o 4G. O modelo foi o escolhido pela Anatel por oferecer a maior velocidade e menor latência no tráfego de dados.

A rede standalone da TIM ficará disponível apenas para funcionários, no Rio de Janeiro, em caráter de testes. Uma demonstração foi apresentada a clientes durante o evento Noites Cariocas, no Morro da Urca, quando foi possível verificar uma velocidade de navegação acima de 1 Gbps. A TIM está apostando no patrocínio a grandes eventos musicais para servirem de vitrine do seu 5G para o grande público. A tele também é a patrocinadora do Rock in Rio.

No começo deste mês, a TIM fechou parceria com a Huawei para priorizar a implementação de uma cobertura ampla do 5G na cidade de Curitiba (PR). O objetivo da parceria é monitorar, conjuntamente, o desempenho da rede, testar novas funcionalidades e aprimorar a oferta de serviços.

Na concorrência, Claro, Vivo e Algar começaram a utilizar uma das frequências leiloadas, a de 2,3 Ghz, para oferecer o 5G em algumas localidades. O 5G na faixa de 2,3 Ghz já é uma evolução de velocidade na comparação com o 4G, mas ainda está abaixo de uma performance tão boa quanto na faixa de 3,5 Ghz. A TIM tem evitado o 2,3 Ghz por considerar que isso pode confundir consumidores e afetar os planos comerciais do 5G puro nos próximos meses.


Oi

O presidente da TIM reiterou a perspectiva de que a conclusão da venda da Oi Móvel para a aliança formada por TIM, Vivo e Claro ocorra até o fim de maio, a despeito dos questionamentos à transação.

Neste mês, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) se reuniu para responder a questionamentos à aprovação do negócio. A sessão foi tumultuada, mas confirmou o aval ao negócio. Entretanto, esclareceu alguns pontos do acordo de contrapartidas firmado pelo Cade com TIM, Vivo e Claro para amortecer a concentração de mercado.

Segundo Griselli, os termos gerais do acordo seguem os mesmos, sem impactos adicionais. Já as tratativas para conclusão da venda são tratadas como parte da burocracia do negócio e não devem trazer surpresas, explicou.

A TIM vai receber 14 milhões de clientes da Oi. Isso será feito de forma escalonada e deve levar cerca de 12 meses, segundo o executivo. Os clientes da Oi não precisarão trocar o chip e terão ofertas de planos "iguais ou melhores" que os anteriores, afirmou.



Estadão*

Nenhum comentário