Aconteceu!

MISTÉRIO: ALUNOS DOS EUA SÃO MORTOS BRUTALMENTE; CASO CHOCA TODOS

(Fotos: Instagram / @kayleegoncalves / Reprodução / Fox News Digital)

Mundo – O caso bizarro, em que quatro universitários da Universidade de Idaho tiveram seus corpos mortos encontrados no campus em uma cena chocante pela sua brutalidade, que ocorreu no último domingo (13), foi categorizado pela polícia como crime passional.

O prefeito Art Bettge da cidade de Moscow, localizada em Idaho, nos Estados Unidos, foi questionado sobre o caso dos alunos mortos em uma entrevista que estava dando e afirmou que os responsáveis pela investigação prosseguem a cada dia tentando entender sobre o que aconteceu, porém o caso é trabalhado como homicídio.

O mesmo ainda informou que as equipes que exercem a investigação não reconhecem um “perigo sensível ao grande público” em relação ao caso, porém não informou detalhes da morte dos estudantes e nem o paradeiro do suspeito.

Confira o laudo dos mortos:

 Laudo da legista (Foto: reprodução/Facebook City of Moscow Police Department)

Também afirmou que os policiais em junção com todas as equipes responsáveis pelo caso precisam de um certo tempo para avançar as investigações e encaixar as peças da situação, devido a complexidade de tudo. “Com um crime dessa magnitude, é muito difícil avançar”, relatou o prefeito.

De acordo com o relato da polícia de Idaho, uma ligação em relação a um “indivíduo inconsciente” foi recebida pela corporação no domingo, e os policiais encontraram os quatro corpos já mortos dos universitários, dentro de uma residência nas proximidades do campus da Universidade de Idaho, onde estudavam.

Ethan Chapin, de 20 anos, Madison Mogen, de 21 anos, Xena Kernodle, de 20 anos e Kaylee Gonçalves, são os estudantes mortos de forma brutal, que as autoridades encontraram em uma cena de crime relata de mistérios e dúvidas.

“Palavras não podem adequadamente descrever a luz que esses estudantes trouxeram a este mundo, ou amenizar o profundo sofrimento que sentimos com os falecimentos em circunstâncias tão trágicas”, disse Scott Green, reitor da universidade onde os jovens estudavam, em declaração direcionada aos demais alunos e funcionários do local.

O crime ocorreu durante o mesmo dia de outro caso chocante, quando três jogadores de futebol americano no time pertencente à Universidade de Virgínia foram mortos em um tiroteio que deixou outras duas vítimas feridas. A universidade suspendeu as aulas até que a polícia identificasse o autor do crime, um homem de 22 anos, que teve sua prisão efetuada.



*PORTAL TUCUMà

Nenhum comentário