últimas

ALÉM DE DAR CHOQUE NO BOLSO DO AMAZONENSE, AMAZONAS ENERGIA NÃO SE INCOMODA COM O POVO


RAMAL DO PURAQUEQUARA
Cem famílias clamam por energia na comunidade Vila da Realidade

Da janela de sua casa, aos 70 anos, a pensionista Maria Eliza, bem lúcida, faz um apelo à Amazonas Energia: ‘Estou aqui nessa situação há quatro anos e gostaria que o pessoal da energia passasse por aqui e resolvesse nosso problema’.
Ela uma das aproximadamente 100 famílias que moram na comunidade Vila Realidade, na entrada do Ramal do Puraquequara, zona Leste da capital que sofrem sem energia.

O que existe no local, são instalações elétricas feitas pelos próprios comunitários, mas que não atende a demanda e os moradores vivem em constante apagão ou ‘queda’ do fornecimento de energia elétrica.A líder comunitária Maria Betânia, ouvida pela reportagem, disse que já entrou em contato com a distribuidora, mas até agora nada foi feito.

Segundo ela, os comunitários chegaram a pensar em comprar um transformador de energia, para melhorar o sistema de distribuição local, mas foram avisados que poderiam ser multados em até 100 mi pela empresa.
“Fizemos um abaixo assinado para encaminharmos à Amazonas Energia e esperamos que a empresa encontre uma solução. O povo está sofrendo porque faz muito calor e as instalações aqui são precárias”, revela Betânia, apelando mais uma vez para que a empresa resolva o problema.

Nenhum comentário