últimas

FOTO DE CRIANÇA DE 5 ANOS AJUDANDO IRMÃO APÓS A QUIMIOTERAPIA GERA COMOÇÃO NAS REDES SOCIAIS

A mãe afirmou que a foto mostra a realidade do câncer infantil e como a doença atinge as famílias

Uma americana emocionou os usuários das redes sociais essa semana com uma publicação realista sobre os desafios do câncer infantil. Kaitlin Burge mostrou a filha de 5 anos, Aubrey, ajudando o irmão Beckett de 4 anos, que se sentia mal após a quimioterapia. 
A família vive no Texas e Beckett foi diagnosticado com leucemia linfoblástica aguda há mais de um ano. No relato, a mãe afirma que o câncer infantil é drenante, assustador e doloroso. “Vomitando entre as sessões de brincadeira. Acordando para vomitar. De pé ao lado do irmão e esfregando as costas enquanto ele fica doente. Isso é câncer infantil. Pegue ou largue”, disse escreveu ela.
Segundo Burge, a foto mostra a realidade do câncer infantil e como a doença atinge as famílias. A imagem foi tirada em janeiro, mas a mãe decidiu postá-la agora, porque representa “dia típico da vida” para seu filho”. “Beckett toma uma pílula de quimioterapia todas as noites, além de viagens mensais a uma clínica onde recebe quimioterapia através de um porto, e com quimioterapia vem náusea”, explicou. 
Foto: Reprodução Facebook
A mãe ainda contou sobre como a doença dividiu a família, já que os outros filhos, a Aubrey de 5 anos e a mais nova de 23 meses são enviadas a casa da avó, enquanto Beckett está no hospital. “Estamos todos cansados. Seus relacionamentos são testados. Você perde muitos amigos. Você não sai e vive a vida que estava vivendo antes disso. Os irmãos são esquecidos a maior parte do tempo. Eles fazem muitos sacrifícios que as pessoas não realizam. Aubrey ficou ao seu lado no hospital e em casa. No começo, ela não entendia por que seu irmão mais novo, brincalhão, dormia o tempo todo, não podia andar sozinho ou poderia pular a escola, ela estava tão acostumada a ser a irmã mais velha. O mundo dela virou”, escreveu Burge.
A publicação foi feita na página de Beckett nas redes sociais, que é utilizada pela família para divulgar a situação da criança e pedir ajuda. O menino deve concluir o tratamento em agosto de 2021, após mais de três anos e o processo tornou-se cada vez mais caro, então um amigo fez um GoFundMe para as despesas médicas de Beckett, onde a criança recebe doações. 
Famílias que passam pela mesma situação adotaram a mensagem passada por Burge e a publicação já possui mais de 3,4 mil curtidas e 203 compartilhamentos só em uma rede, além da repercussão em jornais do mundo todo. A repercussão ganhou as redes sociais e gerou milhares de comentários emocionados e apoiadores a família.

(*Com informações da CNN)

Nenhum comentário