últimas

MORTE E DEVASTAÇÃO; CONFIRA FOTO/VÍDEOS DA DESTRUICÃO CAUSADA PELA TEMPESTADE EM MANAUS


Forte chuva causou o desabamento da estrutura de um posto de combustíveis na zona Norte Imagem: Reprodução

Everaldo da Silva Lemos de 45 anos morreu afogado após cair em um bueiro no bairro Zumbi, na Zona Leste, durante uma forte chuva da noite nesta sexta-feira (27) em Manaus. Segundo a Defesa Civil Municipal, 12 ocorrências foram registradas na capital, sendo seis apenas de alagamentos em diferentes bairros. Na Zona Sul, um homem desapareceu depois de cair em um igarapé e o Corpo de Bombeiros realiza buscas.

A 25ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) informou que o corpo de Everaldo foi localizado preso em uma árvore por populares na Rua Berimbau Baiano. Familiares da vítima relataram à polícia que o homem estava embriagado no momento do acidente.
A estrutura de um posto de combustível localizado no bairro Cidade Nova, zona Norte, desabou durante o temporal, mas não houve feridos. Um teto da faculdade Fametro, localizada na zona centro-sul, caiu sem atingir ninguém e o momento foi registrado em vídeo por alunos da instituição.




Corpo foi encontrado em igarapé na Rua Berimbau Baiano, bairro Zumbi — Foto: Rickardo Marques/G1 AMCorpo foi encontrado em igarapé na Rua Berimbau Baiano, bairro Zumbi — Foto: Rickardo Marques/G1 AM
O Instituto Médico Legal (IML) foi acionado para fazer a remoção do corpo.

Chuva causa prejuízos

Segundo a Defesa Civil, o índice pluviométrico na capital, por volta das 22h30, foi de 74,2mm. Na Zona Leste, o índice chegou a 131mm.
Índice pluviométrico em Manaus, por volta das 22h30, foi de 74,2mm — Foto: Rickardo Marques/G1 AMÍndice pluviométrico em Manaus, por volta das 22h30, foi de 74,2mm — Foto: Rickardo Marques/G1 AM
Na Avenida Margarita, bairro Nova Cidade, a estrutura de um posto de combustíveis desabou por volta das 20h. O acidente também causou danos à fachada de uma lanchonete que funciona ao lado do estabelecimento. Ninguém se feriu.
A Defesa Civil Municipal informou que desabamentos foram registrados nos bairros Gilberto Mestrinho, Aleixo, Nova Esperança e no conjunto Riacho Doce 2. Um deslizamento também foi registrado no mesmo conjunto e seis alagamentos foram contabilizados nos bairros Mutirão, Zumbi, Armando Mendes, São José, Jorge Teixeira e Nossa Senhora de Fátima.
Já na Rua Rio Madeira, no Conjunto Vieiralves, a água invadiu o estacionamento de um condomínio residencial e causou prejuízos aos veículos, e uma cratera foi formada no local.
Água invadiu estacionamento de condomínio residencial e abriu cratera — Foto: Reprodução/Arquivo PessoalÁgua invadiu estacionamento de condomínio residencial e abriu cratera — Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal
A água também cobriu os dois sentidos de um trecho da Avenida Nathan Xavier. Alguns motoristas utilizaram o canteiro central para retornar no sentido contrário. Na Rua Waldemar Jardim Maues, conjunto Colônia Japonesa, a água de igarapé interrompeu o tráfego de veículos.
Trecho nos dois sentidos da Avenida Nathan Xavier ficou submerso — Foto: Rickardo Marques/G1 AMTrecho nos dois sentidos da Avenida Nathan Xavier ficou submerso — Foto: Rickardo Marques/G1 AM
Até as 20h58, o Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU) também havia registrado alagamentos nas avenidas Constantino Nery e Torquato Tapajós.
Trecho da Rua Waldemar Jardim Maués ficou alagado — Foto: Rickardo Marques/G1 AMTrecho da Rua Waldemar Jardim Maués ficou alagado — Foto: Rickardo Marques/G1 AM

*Com informações do G1 AM

Nenhum comentário