últimas

LUTADOR DE MMA ASSUME QUE MATOU ENGENHEIRO SOZINHO, DIZ POLÍCIA

 O ÚLTIMO À DIREITA É O REU-CONFESSO, MAYC VINICIUS, LUTADOR DE MMA

O lutador de MMA  Mayc Vinícius Teixeira Parede assumiu a autoria da morte do engenheiro Flávio Rodrigues dos Santos em depoimento à Polícia Civil, na sede da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (Dehs). A informação foi repassada no início da noite desta terça-feira (8) pelo delegado Paulo Martins.

Segundo a autoridade policial, Maic informou que matou o engenheiro sozinho e não contou com a ajuda dos demais envolvidos no caso. No total, seis estão presos por envolvimento no crime. A versão dada por ele bate com a dada pela defesa de Alejandro Molina Valeiko, que disse em depoimento não saber como e quem matou o engenheiro.

“Nenhum fala a mesma coisa e isso nos causa estranheza. Então, nós estamos querendo nos basear no laudo técnico para que possamos entender o que aconteceu naquele dia”, diz Martins. Ainda segundo o delegado, Mayc disse que o engenheiro foi morto fora do condomínio no momento em que iria supostamente libertá-lo.

De acordo com o advogado de Mayc, Josemar Berçot, o seu cliente afirma que houve agressão dentro da casa e que Mayc imobilizou o engenheiro e o colocou no carro. Ao passarem na portaria do condomínio Passaredo, o engenheiro ainda estaria vivo, imobilizado pelo lutador.

“Ele confessou e a morte não ocorreu dentro da casa. Ele foi morto em nova agressão no terreno onde foi encontrado o corpo. Os outros presos são apenas vítimas”, disse o advogado.
Questionado sobre a participação de Alejandro sobre o crime. O advogado disse que Mayc não conhece o enteado do prefeito de Manaus.

“Ele não conhece o Alejandro, nenhum momento ele trocou palavras com o meu cliente. Ele não conhecia ninguém que estava na casa. Ele apenas era amigo do PM Eliseu e foi convidado por ele para ir até à casa do Alejandro”, declarou.

Sobre a motivação para o crime, o delegado informou que o suspeito preferiu se manter calado. Mayc chegou à Dehs algemado em uma viatura da Polícia Civil. Após prestar o novo depoimento, ele voltou para a cela onde cumpre a prisão temporária.

* AMAZONAS NOTÍCIAS

Nenhum comentário