últimas

POLÍCIA PEDE AJUDA PARA LOCALIZAR ALEJANDRO MOLINA SUSPEITO DA MORTE DE ENGENHEIRO





Foto: Reprodução/ Internet



O delegado Paulo Martins, titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), pediu, neste sábado (05), a colaboração à população para localizar Alejandro Molina Valeiko, investigado pela participação no homicídio do engenheiro Flávio Rodrigues dos Santos, 42. A vítima foi encontrada morta na segunda-feira (30), horas depois de estar em um condomínio no bairro Ponta Negra, na casa de Alejandro, que filho da primeira-dama do município de Manaus, Elizabeth Valeiko.


Cinco suspeitos de envolvimento no homicídio do engenheiro foram presos:

A polícia informou que colaborações com informações sobre a localização de Alejandro podem ser dadas à equipe da DEHS por meio do número (92) 99179-7645, o disque-denúncia da delegacia, ou por meio do número 181, canal de delações da Secretaria de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM).

Investigações

De acordo com a Polícia Civil, o engenheiro Flávio dos Santos morreu vítima de seis facadas, conforme necropsia realizada pelo Instituto Médico Legal (IML).

Relatos de testemunhas, imagens das câmeras de segurança e a falta de indícios físicos na portaria do condomínio fechado colocam em cheque a tese de que a residência de Alejandro tenha sido invadida por homens encapuzados, conforme a informação prestada em Boletim de Ocorrência por uma das pessoas que estava na residência na noite em que Flávio foi morto.


Perícia constata barro nos sapatos de foragido

Uma perícia realizada nesta terça-feira (1º) mostrou que havia barro nos sapatos e calça de Alejandro semelhantes ao do local em que o corpo do engenheiro foi encontrado.

Segundo a investigação, foi encontrado sangue nas roupas de dele e no carro da vítima, que ficou estacionado na garagem do condomínio.

Em declaração nesta quarta-feira (2), a primeira-dama de Manaus, Elizabeth Valeiko, disse que o filho não tem participação no crime. Segundo ela, Alejandro é dependente químico e foi internado em uma clínica de reabilitação após prestar depoimento à polícia.









Fonte: G1 AM 

Nenhum comentário