últimas

PRESIDENTE NACIONAL DO REPUBLICANOS FALA SOBRE O NOVO CORONAVÍRUS

Olá, republicanos de todo Brasil:
O mundo está passando por uma pandemia com o novo coronavírus. Em meio a verdades e mentiras espalhadas pela internet e nas correntes de WhatsApp existe um povo preocupado com o que pode acontecer em caso de contaminação ou que virá depois disso.

Devemos parabenizar a atuação do nosso ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, que até aqui tem conduzido esse processo com a assertividade e a tranquilidade que o momento exige. Precisamos, sim, tomar todos os cuidados para nos protegermos da contaminação, mas não podemos entrar em pânico.

As estatísticas têm mostrado que o perigo de morte é muito pequeno, cujo principal grupo de risco são idosos e pessoas com o sistema imunológico fragilizado. A ciência nos garante um percentual alto de cura nos casos de contaminação.

O que preocupa é a necessidade de atender inúmeros doentes ao mesmo tempo, sobretudo aqueles que eventualmente possam precisar de tratamento intensivo (leitos de UTI). Aí reside o perigo.
Diante destes fatos, na qualidade de presidente de um dos principais partidos políticos do Brasil, quero fazer duas recomendações:

1 – Tomem os devidos cuidados, obedeçam às restrições impostas pelos governos e evitem todos os comportamentos que possam significar algum tipo de risco de contaminação ou de propagação do vírus.
2 – Não entrem em pânico, não promovam o pânico e não se deixem levar por fake news ou correntes de internet. É importante ter alguma reserva alimentar em casa, mas não a ponto de esgotar os estoques dos supermercados.

A vida precisa continuar. O impacto econômico que esse coronavírus está causando no mundo é inimaginável por ora. O Brasil fatalmente irá sentir os efeitos desta desaceleração, mas não podemos parar. Sigam comprando, produzindo e trabalhando (claro, tomando os devidos cuidados orientados pelos órgãos de saúde) do mesmo modo como vocês fazem todos os dias. Reduzir a movimentação não significa parar completamente.

Recomendo que os eventos políticos que vocês forem fazer, a priori nas próximas duas semanas, sejam de preferência em locais abertos, com poucas pessoas, e evitem o contato físico. Uma boa assepsia nunca é demais. Lavem as mãos com frequência e usem álcool em gel se possível. Vamos fazer nossa parte para reduzir a propagação do vírus.

Em breve tudo estará normalizado e então seguiremos com força máxima rumo ao processo eleitoral municipal deste ano. Como diz o ditado, aquilo que não nos mata nos faz mais fortes. Certamente estaremos mais unidos e mais solidários a partir de agora.
Boa semana a todos.
Marcos Pereira
Presidente Nacional do Republicanos
Vice-Presidente da Câmara dos Deputados

Nenhum comentário