últimas

DOMÈNEC TORRENT É O NOVO TÉCNICO DO FLAMENGO

Domènec Torrent já falou com a camisa do Flamengo

O catalão Domènec Torrent é oficialmente o novo técnico do Flamengo, substituindo Jorge Jesus. A assinatura do contrato ocorreu na Espanha, nesta sexta-feira, após encontro do treinador com Marcos Braz e Bruno Spindel, vice-presidente de futebol e diretor executivo da pasta do clube.

O espanhol já gravou um vídeo com a camisa do Flamengo e, em português, disse: "Olá, sou Domènec. Estou muito feliz em fazer parte desta grande nação. Vamos lutar para ganhar títulos e nos vemos em breve. "

Mesmo sem muita experiência como treinador, Torrent, de 58 anos, foi contratado por ter atuado como auxiliar-técnico de Pep Guardiola, de 49 anos, durante a passagem do consagrado técnico pelo Barcelona, Bayern de Munique e Manchester City.
Ele só se desligou da equipe inglesa para ir dirigir o New York City FC, pertencente ao mesmo conglomerado, onde permaneceu entre 2018 e 2019 e realizou boas campanhas, chegando às semifinais nos dois anos, em sua única experiência como treinador após 16 anos.

Ele já havia treinado o Palamós (2003-2004) e Girona (2005-2006). E, após ter encerrado a carreira como jogador, foi técnico do Palafrugell, entre 1994 e 2000.

A expectativa é a de que, moldando as teses de Guardiola às suas ideias de jogo, Torrent faça a equipe jogar com o mesmo conceito dinâmico e ofensivo implementado por Jesus. E, com isso, conquiste novamente a Libertadores e, desta vez, o Mundial Interclubes.


A aposta é alta, mesmo com a qualidade do elenco do Flamengo que, certamente, já pautou as reuniões entre Torrent e a diretoria do clube. Nas conversas, tudo foi esmiuçado, como o tempo de contrato (que vai até dezembro de 2021) e as intenções de Torrent em relação à montagem da equipe.

Torrent já havia afirmado, em entrevista ao jornalista italiano Gianluca Di Marzio, que conhece bem os jogadores do Flamengo:

"Eu gosto de me manter atualizado sobre o futebol ao redor do mundo. Então, vi muitas partidas do Campeonato Brasileiro no último ano. Conheço perfeitamente a equipe que eles (Flamengo) têm", disse.

Os dirigentes flamenguistas não gostariam por exemplo, de trazer um técnico que queira mudar radicalmente o time, podendo descartar, por exemplo, jogadores como Gabigol ou Bruno Henrique, de acordo com seus critérios. E para não haver esse tipo de imprevisto, foi tudo conversado antecipadamente.


Fonte: esportes.R7.com

Nenhum comentário