últimas

GRÁVIDA LEVA FACADA NA CABEÇA DURANTE BRIGA


Uma mulher identificada como Aldacy da Silva Pereira, de 19 anos, foi esfaqueada na cabeça durante a madrugada desta terça-feira (28). O crime aconteceu por volta das 2h, na rua 5, bairro Cidade de Deus, zona Norte de Manaus.
Segundo informações, nenhuma demanda do caso foi apresentada a unidade de Delegacia Especializada em Crimes contra a Mulher (DECCM) no bairro Cidade de Deus, que atende ocorrência nas Zonas Norte e Leste da capital.
Registro de crime
A delegada titular da especializada na Zona Norte, Wagna Costa, contou que o atentado contra essa vítima é um dos exemplos de várias mulheres que sofrem agressões, mas não procuram as autoridades.
Somente de janeiro a julho de 2020 já foram registrados mais de 3.500 Boletins de Ocorrências e 1.500 medidas protetivas só na DECCM da Zona Norte. E segundo ela, o número alarmante tem a ver com o estresse da quarentena e outros motivos não justificáveis para ferir uma mulher.
“O crime de lesão corporal que é algo comum e não há necessidade que e própria vítima faça o B.O. Um familiar, um amigo, um vizinho, qualquer pessoa que saiba do crime, pode denunciar. Mesmo que a vítima não queira, não deixa de ser um crime”, explicou a delegada.
A titular contou ainda sobre o suporte que a especializada dá para quem é vítima das agressões domésticas. E que a mulher ainda pode ser encaminhada aos departamentos necessários para ter um auxílio por completo em relação ao crime sofrido.
“Nós fazemos todo um acompanhamento para que a mulher tenha um atendimento psicológico e social, depois encaminhamos à Defensoria Pública e outros órgãos capazes para ajudar a vítima”, comentou.
Wagna finalizou dizendo que crimes contra a mulher não atinge apenas a vítima, mas os filhos, familiares, amigos e toda a sociedade.
“A sociedade precisa se unir para dar um fim em covardias contra a mulher. E mostrar que é necessário denunciar e defender não só a mulher, mas defender a sociedade da criminalidade” concluiu.

Delegada Wagna Costa

Quem souber de casos de agressão doméstica, basta ligar para os números abaixo que auxiliam casos da lei Maria da Penha.
Delegacia Especializada em Crimes Contra a Mulher
Zona Oeste: (92) 3236-7012 / 3642-7676
Zona Norte e Leste: (92) 3582-1610
Zona Sul: (92) 3214-3653
Serviço de Apoio Emergencial à Mulher – SAPEM
Telefone: (92) 3236-6893
Centro de Referência e Apoio à Mulher – CREAM
Telefone: (92) 3624-5370
Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres do Ministério da Justiça e Cidadania
Telefone: 180
DISK Denúncia
Telefone: 190

Nenhum comentário