“GOSTO É DE CONTAMINAR”, AFIRMA PROFESSOR COM COVID-19 AO SER PRESO POR TENTAR DAR AULA EM COLÉGIO DA PM

Foto: Divulgação
Aluízio de Oliveira Leite Filho, professor, foi preso na tarde desta sexta-feira(14) após tentar dar aula, mesmo com diagnóstico positivo para a Covid-19 no 5º Colégio da Polícia Militar do Amazonas.

Segundo boletim de ocorrência registrado pela Polícia Militar, ao ser questionado, pela tenente-coronel Jadna Barros, diretora do 5º Colégio da Polícia Militar do Amazonas, sobre a presença dele na unidade em ensino, o professor teria respondido “Gosto é de contaminar”, dando ciência que tinha conhecimento da testagem positiva para a Covid-19.
O exame de Aluízio saiu no último dia 05 de agosto, informa o boletim de ocorrência. Mesmo dentro do período de transmissão, o professor insistiu em ministrar aula.
Diante da situação do risco de contaminação dos demais docentes e alunos, a diretora da unidade deu voz de prisão ao docente e o conduziu ao 1° Distrito Integrado de Polícia (DIP).
Em nota, o Sindicato dos profissionais em Educação do Amazonas (Sinteam), informou que o caso envolvendo o professor entristece e só reforça ainda mais o desejo de suspensão das aulas. Para o Sindicato, embora seja um caso isolado, pode abrir margem para outras situações com pessoas assintomáticas transmitindo a doença de forma involuntária ou de pessoas com sintomas leves.

*D24

Comentários

Postagens mais visitadas