últimas

GOVERNO DO ESTADO INICIA IMPLANTAÇÃO DE REDES DE ESGOTO NO IGARAPÉ MESTRE CHICO


Intervenção do Prosamim vai construir novo parque urbano, dotado de áreas de lazer e prática esportiva, entre as avenidas Leonardo Malcher e Parintins

Em continuidade às atividades urbanísticas do Programa Social dos Igarapés de Manaus (Prosamim), o Governo do Estado, por intermédio da Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE), iniciou, nesta semana, a implantação das redes de coleta de esgoto e as obras de terraplanagem no leito do igarapé Mestre Chico, no trecho entre as avenidas Leonardo Malcher e Parintins, na zona sul da capital amazonense.

A implantação das redes de coleta de esgoto está iniciando na primeira frente da obra, que compreende o perímetro da avenida Leonardo Malcher à Tefé. O serviço é seguido da terraplanagem, que se consiste na troca e compactação do solo do local, encobrindo as galerias e as redes da frente 1 da intervenção. A terraplanagem na área vai utilizar aproximadamente 20.000 m³ de terra. O trabalho de terraplanagem é contínuo e se estenderá para intervenção.

Novo Parque 

]A intervenção no igarapé Mestre Chico faz parte da terceira fase do Prosamim, e prevê a construção de um novo parque urbano, no trecho entre as avenidas Leonardo Malcher e Parintins, para os moradores dos bairros Praça 14, Centro e Cachoeirinha.

O parque contará com uma área de 15.742,46 m², dotada com obras de macro e microdrenagem, esgotamento sanitário, praças, academias ao ar livre, paisagismo, recomposição da flora com plantio de mudas, quadras multiuso, playground equipados com escorregadores, balanços e mais de 3.000 m² de calçadas.

“A implantação das redes de esgoto está prevista na requalificação urbanística do local e, nessa primeira etapa, implantaremos 215 metros de redes de coleta e 182 metros de drenagem para as águas pluviais”, afirmou o subcoordenador de Engenharia da UGPE, engenheiro civil João Benaion.

O engenheiro ressalta ainda que as obras de implantação da macrodrenagem na área seguem em paralelo com os serviços de terraplanagem do local, pois conforme vão escavando para implantar as redes, um novo solo é colocado no local.  


FOTOS: Tiago Corrêa/UGPE

Nenhum comentário