últimas

GOVERNO LANÇA NOVA ETAPA DE PROGRAMA QUE APOIA EMPREENDIMENTOS INOVADORES

MCTI divulgou dois editais do Programa Centelha nesta segunda-feira (31). - Foto: Leonardo Marques Ascom/MCTI

Para incentivar a inovação no país, foi lançado, nesta segunda-feira (31), a segunda edição do Programa Nacional de Apoio à Geração de Empreendimentos Inovadores - Programa Centelha. A iniciativa é do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e parceiros.
O Programa Centelha estimula a criação de empreendimentos inovadores com a oferta de financiamento, capacitação, acesso a ambientes de incubadoras, de aceleração, suporte para transformar ideias em negócios de sucesso e ter acesso ao mercado.
Para a segunda edição estão previstos investimentos de R$ 105 milhões. A ideia é apoiar a capacitação de 50 mil empreendedores, a criação de 1.350 novas startups e fazer a promoção da cultura empreendedora chegar a todas as todas as Unidades da Federação.
“Um programa como esse, o Centelha dois, que se espalha pelo Brasil todo por meio dessas parcerias, parcerias locais, de instituições dentro e fora do ministério, de instituições em cada uma das regiões levando em conta as diferenças sociais, as diferentes vocações para cada uma delas. Imagina a quantidade de cérebros, de ideias interessantes que estão nesses estados, muitas vezes escondidas, sem acesso, e que agora começam ter acesso a recursos para transformar esses sonhos em realidade”, disse o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes.
“Quando a gente vê um programa como esse que pode ajudar pessoas a realizarem seus sonhos e, através dos seus sonhos mudarem a realidade da sua família, da sua comunidade, da sua cidade, do país, isso é muito importante”, afirmou o ministro.
Editais lançados
Nesta segunda-feira, foram divulgados dois editais do Programa Centelha. Um deles é uma carta-convite da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e MCTI voltada para a seleção pública dos parceiros estaduais do programa. O outro se trata de um edital de chamamento público do MCTI voltado para a seleção de uma organização da sociedade civil para colaborar com o ministério na execução do projeto.
Pelo cronograma, os parceiros estaduais devem lançar no segundo semestre de 2021 os editais de seleção do programa para a captação de ideias inovadoras dos empreendedores.
Primeira edição do Programa Centelha
A primeira etapa do programa foi lançada em 2019 e atingiu a marca de 15,2 mil ideias inovadoras em 19 estados, envolvendo mais de 38 mil participantes em suas equipes.
Entre os exemplos de projetos que recebem apoio está o que desenvolve um curativo termostático para tratar hemorragias. Outro construiu uma plataforma de monitoramento remoto de idosos usando a internet das coisas e inteligência artificial. Mais um exemplo é o projeto que desenvolveu uma luva inteligente para detecção de gestos que auxilia no diagnóstico de problemas cognitivos e neuromusculares.
A maioria das ideias da primeira edição está em estágio inicial, sendo mais de sete mil na fase da ideia inovadora e cerca de 3,5 mil em protótipo conceitual. São abrangidas áreas como tecnologia social, tecnologia da informação, automação industrial, biotecnologia, internet das coisas, química e novos materiais.
“Posso dizer, sem medo, que o Brasil vai ser transformado por meio de ciência, tecnologia e inovações. Nós vamos transformar esse país. Todos os países que hoje são desenvolvidos, eles são desenvolvidos graças ao investimento, ao foco, em ciência, tecnologia, inovação e educação”, afirmou Marcos Pontes.
Parceria
O programa é uma parceria do MCTI com a Finep, o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Conselho Nacional das fundações Estaduais de Apoio à Pesquisa (Confap).

Nenhum comentário