últimas

MORTE DE MANICURE GRÁVIDA PODE TER RELAÇÃO COM TRÁFICO





Após o corpo da manicure Thaysa Campos dos Santos, de 23 anos, ser encontrado na manhã desta quinta-feira (10), em Deodoro, a polícia trabalha com a possibilidade do assassinato ter sido uma emboscada. Segundo a delegada Elen Souto, titular da DDPA, o corpo de Thaysa não tem sinais de aborto. Ainda de acordo com a titular, há o envolvimento do tráfico na morte da jovem e a polícia acredita que ela possa ter sido vítima de uma armação dentro da Favela do Triângulo, no mesmo bairro.


"A investigação apurou que na quinta-feira, por volta das 22h, ela foi para a Favela do Triângulo pegar uma bolsa de maternidade com uma pessoa que já foi ouvida pela polícia. Ela saiu da casa dessa pessoa à 1h e, por volta das 4h, acessou o Facebook utilizando uma rede wi-fi dentro da favela", contou a delegada.

Segundo a delegada Ellen Souto, o chefe do tráfico de drogas da favela do Triângulo será indiciado por homicídio e teoria do domínio do fato — ou seja, sabia do crime e deu apoio.

— Nenhuma morte ou crime acontece dentro de uma comunidade sem a anuência do tráfico. Por isso, além do homicídio, o gerente do tráfico daquela comunidade será indicado por homicídio duplamente qualificado e teoria do domínio do fato — destacou Ellen, que emocionada completou: — É inaceitável você perder uma filha assim, imagina perder a filha e a neta.


Há ainda a possibilidade de envolvimento do pai do bebê e da mulher dele. Eles têm parentes na comunidade da Zona Norte.

"O pai era um homem casado e, de acordo com os parentes, a esposa do pai do bebê disse que essa criança não viria ao mundo. É uma linha muito forte de investigação, mas há outros lados a serem investigados também e que podem estar ligados" — disse.

Na terça-feira, policiais da Delegacia de Descoberta do Paradeiro (DDPA) estiveram na casa onde Thaysa teria sido visto pela última vez, em Deodoro, para reconstituir os últimos passos da gestante. Desde então, os policiais investigam duas informações que podem estar ou não ligadas ao desaparecimento. Uma delas diz respeito a uma agressão que ela teria sofrido há 15 dias. Já a outro hipótese abordava que o pai da filha que ela esperava seria um homem casado.

Nesta quinta-feira, o cadáver da manicure foi encontrado às margens da linha férrea próximo à comunidade e estava amarrado e em avançado estado de decomposição.

"O corpo estava em estágio avançado de decomposição. A delegada afirma que a vítima tinha o hábito de frequentar favelas de outras facções criminosas do Rio, o que costuma ser comum como causa da morte de algumas pessoas. E ela tinha contatos dessas pessoas", conta a titular da DDPA. "É um crime cruel porque ela foi morta a poucos dias de ganhar a sua criança. Ela estava feliz porque planejava o enxoval da filha. Causa perplexidade, ela estava na reta final da gravidez. Uma pessoa que mata uma mãe grávida tem a plena ciência de que ela estava matando duas pessoas".

Vítima saiu de casa por volta da meia-noite

Moradora de Deodoro, Thaysa saiu de casa por volta da meia-noite, na última quinta-feira, e não voltou mais. Como só havia uma chave da residência, a amiga que morava com ela ficou trancada e precisou arrancar a fechadura na manhã de sexta-feira para trabalhar.

A manicure foi criada num conjunto, junto da irmã mais velha, Raíza, de 26 anos. Na semana passada, a mãe, que vive em Brasília com o marido há três meses, esteve no Rio para visitar a família e disse a Thaysa que voltaria a morar com as duas filhas aqui. A manicure teria ficado feliz como anúncio, pois estava desempregada.

Chá de bebê seria no domingo


O chá de bebê de Thayse seria no domingo. O nome da futura filha já havia sido escolhido pela mãe . A menina iria ser chamada de Isabel. A manicure tinha ainda outros dois filhos: Luma Clara, de 7 anos, e Antônio Benício, de 5. As crianças moram com a ex-sogra dela.

Segundo Jaqueline, a jovem estava bem e feliz com a chegada do terceiro filho. "Ela parecia feliz pelo chá de bebê, estava comprando tudo. Eu dei uma cômoda para ela no dia em que ela desapareceu (na última quinta-feira), e ela arrumou todas as roupinhas do neném", contou ela no início da semana.

Nenhum comentário