últimas

SUSPEITO DE ATAQUE AO PORTA DOS FUNDOS É PRESO NA RÚSSIA PELA INTERPOL

fauzi



O suspeito de atacar a sede do grupo Porta dos Fundos, no Rio de Janeiro, o empresário Eduardo Fauzi Richard Cerquise, foi preso, nesta sexta-feira (4), em Moscou, na Rússia. A Polícia Federal (PF) comunicou que a Interpol capturou o empresário na capital russa.


A PF ainda confirmou que ele vai ser extraditado e que o processo já começou. "Foi iniciado os procedimentos para dar início ao processo de extradição pelas vias diplomáticas conforme solicitação da nossa congênere em Moscou".

O autor do atentado estava fora do país desde o dia 29 de dezembro. Ele escolheu a Rússia como destino pois já havia morado por lá.

Entenda

No dia 24 de dezembro, a sede do grupo de humor Porta dos Fundos foi alvo de um grupo de pessoas que atiraram coquetéis molotov contra a fachada do edifício onde funciona a produtora, no Humaitá, zona sul do Rio.

O incêndio conseguiu ser controlado por seguranças que estavam no local no momento. O atentado ocorreu em meio a uma polêmica com a exibição de um vídeo especial de natal, que causou revolta entre os religiosos mais radicais e conservadores. O filme retrata um Jesus gay, que se relaciona com o jovem Orlando, e um Deus mentiroso que vive um triângulo amoroso com Maria e José.

A ação, portanto, foi motivada por represália ao conteúdo considerado ofensivo para as comunidades religiosas do país. No momento do ataque, Eduardo Fauzi era o único que não estava com máscara, o que permitiu a polícia identificá-lo.

Nenhum comentário