últimas

SERVIÇOS DIGITAIS PARA TRABALHADORES SÃO OS MAIS ACESSADOS NO GOV.BR

Carteira de Trabalho digital é um dos serviços mais acessados. - Foto: Ministério da Economia

O portal único Gov.Br atingiu a marca de mil serviços digitalizados nesta semana. Cerca de 400 foram migrados no início da crise da Covid-19 até agora. Os serviços mais procurados, nos últimos 30 dias, são o saque do Abono Salarial, a obtenção da Carteira de Trabalho e a solicitação do Seguro-Desemprego.

Também estão na lista a inscrição no Cadastro Único para programas sociais do Governo Federal, a emissão de certidão de antecedentes criminais e o Meu INSS. “São serviços que atendem a toda a população brasileira. Ao trabalhador, por exemplo, o seguro-desemprego e a carteira de trabalho digital. Ao motorista, a carteira digital de trânsito, e aos beneficiários do INSS todos os serviços estão disponíveis na palma da mão, 24 horas por dia, sete dias por semana”, disse o secretário de gestão digital do Ministério da Economia, Luis Felipe Monteiro.

A meta do Ministério da Economia é digitalizar cem por cento dos 3,8 mil serviços do Governo Federal até 2022. Hoje, 81,2 milhões de pessoas são usuárias do gov.br para acessar os serviços públicos de forma digital. O número de acessos ao portal passou de 4 milhões em janeiro deste ano para os atuais 15 milhões mensais, em setembro.

O analista de sistemas Diogo Pessoa, morador de Brasília (DF), se interessou na carteira digital de trânsito ao saber do lançamento do serviço. Desde novembro do ano passado, ele utiliza o documento no celular. “Trouxe muitas facilidades. Já tem uma autenticação digital, ou seja, quem quiser verificar a autenticidade do documento, é bem prático. Outra facilidade é não precisar andar com o documento físico já que a CNH digital substitui o documento físico”, avaliou o analista.

Economia para os cofres públicos

Tanto o cidadão quanto o governo ganham com a digitalização dos serviços públicos. Os usuários poupam tempo ao não precisarem se deslocar a um ponto de atendimento e isso significa também menos gastos. O Governo economiza ao eliminar burocracia, reduzir o uso de papel e de pessoal para o atendimento, por exemplo.

De acordo com o Governo Federal, dos cerca de R$ 2 bilhões poupados anualmente com a estratégia de transformação digital, R$ 1,5 bilhão é economia para sociedade e outros R$ 500 milhões, para o governo.

Nenhum comentário